Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Caçadores presos atuavam como mercenários para os fazendeiros em MS

24 Jul 2010 - 08h24Por Campo Grande News

Além de promover “safáris” no Pantanal, os caçadores presos na Operação Jaguar também atuavam como mercenários, informou a Polícia Federal ao site Diarionline, de Corumbá.

Eles eram contratados por fazendeiros da região para matar as onças, que costumavam atacar os rebanhos bovinos.

“Fazendeiros, principalmente aqui do estado, contrataram algumas destas pessoas para matar. Isso foi comprovado durante as investigações”, afirmou o delegado Alexandre do Nascimento.

A ação da Polícia Federal, deflagrada em três estados (PR, MT e MS), resultou na prisão de 11 pessoas, incluindo quatro argentinos e um paraguaio.

Outras três pessoas estão foragidas, entre elas o taxidermista que empalhava os animais.

Ainda de acordo com o Diarionline, toda a operação foi coordenada de Corumbá, onde começaram as investigações.

O grupo foi monitorado pelos agentes da PF por quase um ano.

Somente o chefe da quadrilha, Eliseu Augusto Sicoli, é acusado de ter matado 28 onças em 2009. Todo o grupo pode ter matado mais de 100 animais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENTRO ESPÍRITA
Médium é acusado de Abusos Sexuais em crianças
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau leva surra de chicote no bordel
COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado