Menu
PASSARELA
segunda, 25 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Bush dará aos EUA "inferno insuportável", diz Al Qaeda

6 Nov 2004 - 07h06
As Brigadas Abu Hafs al Masri, grupo que seria ligado à rede terrorista Al Qaeda [liderada por Osama bin Laden], lançou um comunicado ameaçando o povo americano e prometeu "um inferno insuportável por causa da reeleição do presidente George W. Bush". O comunicado foi divulgado em um site islâmico.

"Os próximos dias lhes demonstrarão que o que preferiram [George W. Bush] vai levá-los a um inferno insuportável", diz o comunicado, assinado Brigadas Abu Hafs al Masri.

A autenticidade do comunicado ainda não foi comprovada.

"Apesar de Bush ter derramado o sangue dos muçulmanos durante os últimos quatro anos e existam as carnificinas que ele cometeu e continuará cometendo contra o paquistaneses, afegãos, palestinos e iraquianos, vemos que a taxa [de sua popularidade] e os aplausos de seu povo continuam aumentando", diz o comunicado.

"Isso denota a natureza do povo norte-americano, que aprova a guerra contra o Islã realizada pelos EUA", diz o texto.

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, 58, reelegeu-se na quarta-feira (3), convertendo-se no chefe de Estado americano mais votado da história do país, com 59,1 milhões de votos --3,5 milhões a mais que seu rival na corrida à Presidência, o democrata John Kerry, 60.

"A reeleição do 'criminoso' Bush, que não é diferente dos outros líderes dos EUA, e que concentra seus esforços em matar muçulmanos, não vai dissuadir os mujahidines [guerreiros] de atacar o líder dos infiéis [os EUA] e não freará os defensores do islã". Bush e Kerry são duas caras da mesma moeda. Os dois têm uma história negra que jamais será apagada. Por fim, o povo dos EUA assumirá as conseqüências da política de seu presidente por mais quatro anos", diz o texto

O comunicado conclui dizendo que "os próximos dias demonstrarão que a união em torno desse 'criminoso' [Bush] não renderá a segurança [ao povo norte-americano] que buscam e não impedirá que os mujahidines os encontrem onde estiverem . Os próximos dias vão provar isso."

As Brigadas Abu Hafs al Masri, foi o grupo que reivindicou os atentados de 11 de Março, ocorrido em Madri, quando explosões coordenadas contra trens de passageiros deixaram 191 mortos e mais de mil feridos.

O nome do grupo é uma homenagem ao egípcio Muhammad Atef [conhecido como "Abu Hafs", de Abu Hafs Al Masri]. Ele era chefe das operações militares da Al Qaeda e responsável pela preparação dos novos quadros da rede terrorista. Sua filha se casou com o filho de Bin Laden.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENTRETENIMENTO - SAÚDE
Padre Fábio de Melo sofre da síndrome do pânico e fala como administra a doença
NOVELA GLOBAL
'Segundo Sol': Laureta revela para a família de Rosa que ela é prostituta
GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru