Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 18 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

BrasilTelecom vai ter de instalar 1,8 mil postos

21 Dez 2004 - 15h57
 

A BrasilTelecom vai ter de instalar nos Estados atendidos pela empresa 1.308 postos permanentes e 548 itinerantes de atendimento aos clientes até o fim de 2005, conforme TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado hoje com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). O documento pretende restabelecer a interação pessoal da operadora com o usuário e pôr fim ao descumprimento de obrigação que já resultou na aplicação de multas milionárias contra a empresa.

O TAC antecipa obrigações previstas nos contratos de concessão que entrarão em vigor em 2006 e reforça a obrigatoriedade do atendimento pessoal ao usuário de telefonia fixa, indicador previsto no PGMQ (Plano Geral de Metas de Qualidade) do serviço. A instalação das lojas diversificará as formas de contato realizadas com a prestadora local, hoje limitadas a procedimentos por meio eletrônico.

A empresa deverá se adequar a um cronograma que prevê a instalação, até 31 de dezembro de 2005, de pelo menos um posto permanente por município atendido com telefonia individual, sendo necessária a instalação de uma loja a cada grupo de 200.000 telefones em serviço de uma localidade. Os postos itinerantes terão serviços restritos a alguns dias da semana e serão admitidos em localidades que gerem pequena estimativa de atendimento, com até 700 acessos individuais em serviço.

Os compromissos de instalação das lojas permanentes e itinerantes serão trimestrais e a empresa deverá apresentar a Anatel relatórios de desempenho mensal. Em caso de descumprimento do Termo, as empresas estarão sujeitas a multa de R$ 20.000,00 por dia, por loja não instalada. O valor será somado a multa de R$ 10.000,00 por dia de atraso de instalação de cada loja.

Entre os serviços prestados por cada posto, será obrigatório o atendimento referente a contestações de débito, a emissão de segunda via de contas, a solicitação de reparos, a religação e a atualização de cadastro. A prestação poderá ser terceirizada, desde que o serviço seja realizado em espaço devidamente caracterizado pela empresa. A assinatura do Termo suspende os Procedimentos de Apuração por Descumprimento de Obrigação instaurados em 2003 em função do fechamento de lojas pelas três empresas. Caso as concessionárias não cumpram os compromissos assinados até o término de 2005, os Procedimentos serão julgados com base no TAC.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALCOOLISMO
Menino de 9 anos é expulso de casa pela mãe alcoólatra por se recusar a roubar, no DF
LATROCINIO
Tentativa de assalto termina com pai morto e filho baleado
MENOR INFRATOR
Cobradora é apedrejada em assalto e adolescente é detido pela 4ª vez
FAMOSIDADES
Justiça condena Deborah Secco por desvio de dinheiro público
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo vai morar com mendigos e vira vizinho de Agenor
CLUELDADE
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
ECONOMIA
Mercado financeiro já trabalha para traçar cenários sem Bolsonaro
PROCURA-SE
Adolescente desaparece e família recebe ligação misteriosa
TRAGÉDIA
Jovens irmãos morrem em grave acidente; caminhonete chegou a se partir ao meio
FAMOSIDADES
Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex mulher