Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Brasileiros gastam R$ 26 bi com escola em 2002

25 Set 2004 - 08h16
Mais de 5,7 milhões de crianças e jovens brasileiros pagam para freqüentar o ensino básico, que vai da pré-escola até o término do Ensino Médio. Atrás de um ensino de melhor qualidade do que o oferecido pela rede pública, as famílias brasileiras pagaram para a rede privada de ensino R$ 26 bilhões em mensalidades em 2002, o correspondente a 1,3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Do total de alunos matriculados em instituições privadas, só 25% cursam o ensino superior - ou seja, estão matriculados em faculdades e universidades.

Os dados fazem parte de estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas, a pedido da Federação Nacional das Escolas Particulares, divulgado nesta sexta-feira. De olho neste mercado, o número de escolas de Ensino Fundamental aumentou de 17.960 em 1999 para 19.107 em 2003 - alta de 6,38%. No Ensino Médio, o total de escolas cresceu de 6.089 para 6.857 no período - 12,6% a mais.

Com a queda de renda dos últimos anos, porém, o número de alunos matriculados tem diminuído. No Ensino Fundamental as matrículas foram reduzidas em 1,3% entre 1999 e 2003, caindo de 3,277 milhões de alunos para 3,276 milhões. No Ensino Médio, as matrículas passaram de 1,224 milhão para 1,127 milhão no período, com queda de 8,3%. Na pré-escola, 1,318 milhão de crianças estavam matriculadas em 2003.

Para o coordenador de análises da FGV, Salomão Quadros, a educação privada está em crise por causa da queda do poder aquisitivo da classe média, que forma a principal clientela das escolas particulares. Além disso, há em todo o país uma redução do número de filhos nas famílias.

Henrique Câmara, diretor de assuntos econômicos da Federação das Escolas, afirma ainda que a classe média aumentou seus gastos ao incorporar novos hábitos, como o uso de telefones celulares e a instalação de tevê a cabo. Esses "sonhos de consumo", segundo ele, acabam concorrendo com as escolas particulares. Na avaliação dele, as escolas privadas terão de melhorar a cada ano o nível de ensino e a qualificação dos professores para não perder clientes.

Segundo a pesquisa, o salário médio anual pago aos funcionários das escolas privadas atingiu R$ 8.148 - o equivalente a R$ 679 por mês - 33,9% maior do que a média registrada nas escolas públicas, onde o salário médio anual foi de R$ 6.086.

As escolas privadas de Ensino Fundamental têm mais equipamentos escolares do que as públicas. No Ensino Médio, a diferença não é tão grande. De acordo com a pesquisa, feita no primeiro semestre de 2003, 59% das escolas privadas têm quadra de esportes, contra 21,2% no ensino público. Na rede privada, 31,2% têm laboratórios de ciências, contra apenas 5,4% das escolas públicas. Laboratórios de informática estão em 53% das escolas privadas e em apenas 8,5% na rede pública. Entre as escolas privadas, 76,1% tinham biblioteca, contra 22,9% da rede pública.

No Ensino Médio, a diferença é menor: 81% das escolas privadas têm quadra de esportes, 66% têm laboratórios de ciências, 77,7% têm laboratórios de informática e 92,9% têm bibliotecas. Na rede pública, os percentuais são de 73,9%, 37,1%, 46,8% e 77,5%, pela ordem.

 

Globo Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho