Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 26 de maio de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Brasileiro vê menos televisão do que a média mundial

21 Jun 2007 - 04h38
Foi-se o tempo em que uma novela registrava 60, 70 pontos de média no Ibope. Isso traz a sensação de que uma parte da audiência fugiu da frente da TV para fazer outras coisas. Mas não é isso que diz o Ibope, o único instituto a medir audiência de TV no Brasil. Antonio Ricardo Ferreira, diretor do Ibope Mídia, lança mão de dados para mostrar que o número de televisores ligados vem aumentando, assim como o de horas que o brasileiro passa na frente da TV. Diz que houve transferência da audiência de umas para as outras nos últimos anos: ´O SBT e a Rede TV! perderam, enquanto a Record, Globo, Bandeirantes e TVs públicas ganharam.´

A televisão perdeu audiência nos últimos anos?

Pelo contrário, o Painel Nacional de Televisores do Ibope (que representa o universo de 17.270.800 domicílios das regiões metropolitanas de São Paulo, Rio, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém e Goiânia, além de Volta Redonda, Petrópolis, Campos, Uberaba, Uberlândia, Juiz de Fora, Governador Valadares e Campinas.), mostra que, em 2001, a média do total de aparelhos ligados era de 31,9%; e em 2006, foi de 34,4%.

Por que então as tradicionais maiores audiências - as novelas da Globo - têm caído?

Na prática, essas audiências têm sido transferidas para outras emissoras. O SBT e a Rede TV! perderam audiência, enquanto a Globo, Record, Bandeirantes e as TVs públicas (TVE/Cultura) ganharam.

Quanto tempo a TV toma da vida do brasileiro?

Ano passado o brasileiro passou, em média, 3h43 por dia na frente da televisão, há cinco anos passava 3h15/dia. Nossa média é menor do que a mundial que é 3h53 (2005). Os japoneses são os que mais vêem TV: 5h11 por dia. Depois vêm os americanos (4h31), Argentina (4h26), Itália (3h57), Canadá (3h42), Reino Unido (3h39) e França (3h26). A diferença é que eles vêem mais TV paga porque a programação da aberta é ruim.

A TV paga não tomou público?

O número de assinantes de pay TV subiu - de 3 milhões (2001) para 4,5 milhões (2006) - mas a participação na audiência é insignificante diante dos 40 milhões de domicílios com TV aberta.

Por que a TV por assinatura não cresce no Brasil?

A boa qualidade da aberta, mais o preço alto da pay TV e a condição econômica do País fizeram com que ela não crescesse.

É justo o Ibope ser responsabilizado pela má qualidade da TV?

Existem programas ruins e de qualidade que têm boa audiência. Então a premissa de que a guerra pela audiência piora a TV é falsa.

Que programas o senhor considera bons e ruins hoje?

Os telejornais e novelas são bem-feitos. Os programas policialescos e alguns humorísticos são muito apelativos.

Mas a onda dos policialescos já passou...

Não, no Nordeste. No Recife e em Fortaleza há programas do gênero líderes na hora do almoço.

Já houve tentativas de entrar no mercado de medição da audiência. Por que não deram certo?

A aferição é um sistema complexo, que exige muita tecnologia. O Nielsen tentou entrar no Brasil, mas esbarrou no fato de não fazer medição em tempo real, que passou a ser uma exigência do mercado brasileiro. O Ibope acabou comprando a operação do Nielsen em toda a América Latina. O Datanexus conseguiu fazer o real time, mas não desenvolver outras ferramentas.

O real time não existe no primeiro mundo?

Não, só está disponível em São Paulo, Buenos Aires e Santiago (operações do Ibope) e começa em agosto no Rio e, em novembro em Campinas. Em todo o mundo, os dados de audiência só são conhecidos no dia seguinte.

Não seria melhor ter mais de um instituto medindo a audiência?

Já tivemos concorrentes, mas o mercado optou por nós. E é assim em todos os lugares do mundo. O Nielsen Media faz nos Estados Unidos. Agb Nielsen opera na Inglaterra, Austrália, China e Itália. O GFR opera a Alemanha, e o Media Metrie, na França.

 

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VISITA ILUSTRE
Em Bonito (MS), Miss Brasil Júlia Horta destaca 'A energia daqui é inexplicável'
COISA DE DOIDO
Sucuri ataca bombeiro durante resgate em SP; assista!
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Governo dobra vagas de concurso da PF e convocações saem no fim do ano
FEMINICIDIO
Mulher é morta com 75 facadas pelo ex-marido após 25 anos de casamento
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
'Peguei meu filho e achei que estivesse morto', diz mãe de criança dopada em creche
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Confira o que tá na promoção que vai até este sábado no O Boticário em Fátima do Sul
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Visite Bonito (MS) na baixa temporada, saiba o porquê!
FÁTIMA DO SUL - TRATAMENTO COACH
De Nova Andradina, Vanessa recupera autoestima com tratamento 'Coach' Célia Tenório de Fátima do Sul
CASA BOCA SUJA
morador instala placas com palavrões nos muros de casa
MACABRO
Mulher é encontrada morta ao lado de uma oferenda