Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Brasileiro morto no Iraque é enterrado em MG

15 Jun 2007 - 17h40

O engenheiro João José Vasconcellos Júnior, que era funcionário da Construtora Norberto Odebrecht, foi enterrado às 16h sexta-feira (15), em Juiz de Fora (MG). Vasconcellos Júnior trabalhava no Iraque e estava desaparecido desde 2005.

Os restos mortais do engenheiro chegaram ao Brasil na quinta-feira (14). A identidade dele foi confirmada em exame realizado por peritos forenses, segundo informações do Itamaraty. Com o apoio da Embaixada do Brasil no Kuwait, foi providenciada a repatriação dos restos mortais.

O velório começou às 7h desta sexta-feira. O caixão do engenheiro foi coberto com a bandeira do Brasil.

Buscas e contatos internacionais

Em entrevista ao G1, na tarde de quinta-feira, a família do engenheiro diz estar aliviada. "Soube da notícia há uma semana. Sei que ele foi levado para uma base de identificação no Kuwait e foi identificado pela arcada dentária", contou Isabel Cristina Vasconcellos Elkhouri, irmã do engenheiro. 

Em nota oficial, a construtora Odebrecht diz que desde o desaparecimento de Vasconcellos Júnior foram feitos inúmeros contatos, liderados pelo Itamaraty, com autoridades estrangeiras e organizações não-governamentais.  

"A busca por informações foi desenvolvida de forma ininterrupta e em contato permanente com a família Vasconcellos", continua a nota da construtora. "Todas as iniciativas possíveis foram tomadas, com a cautela e a discrição necessárias, tendo em conta a natureza sensível do caso", segue a nota, que ao final diz que a Odebrecht "lamenta profundamente o triste desfecho do desaparecimento do nosso querido colega João Vasconcellos".  

 Entenda o caso

O engenheiro trabalhava no Iraque na construção de uma usina elétrica. Ele desapareceu no dia 19 de janeiro de 2005 quando radicais islâmicos atacaram o veículo em que ele viajava perto da cidade de Baiji, a cerca de 180 quilômetros de Bagdá.

A captura do brasileiro foi reivindicada pelos grupos Brigadas Mujahidin e Exército de Ansar al-Sunna. No mesmo dia em que o engenheiro desapareceu outros dois funcionários que o acompanhavam, um britânico e um iraquiano, foram mortos por rebeldes.

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho