SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 14 de Dezembro de 2017
RIO_DOURADOS
23 de Outubro de 2004 10h05

Brasileiro Enrique Bernoldi confirma volta à Fórmula 1

Mais um brasileiro está de volta à Fórmula 1. Enrique Bernoldi, paranaense de 26 anos, confirmou ter assinado um contrato de dois anos com a BAR. Em 2004, ele já fez seis testes no time inglês. Para 2005, a opção de efetivá-lo como piloto de testes oficial é da equipe, mas a vaga é praticamente certa.

A situação é favorável a Bernoldi porque a BAR corre atrás de um piloto que vista verde e amarelo.O presidente mundial da British American Tobacco (BAT), dona do time, é o brasileiro Antônio Monteiro de Castro, que estaria fazendo a pressão. Mais: a empresa lança novamente no país em 2005 sua marca de cigarros, e precisaria de um nome para o seu marketing.

Bernoldi já fala, praticamente, como novo piloto da equipe. "Isso, para mim, não é apenas uma segunda chance, mas sim a melhor chance que eu queria na F-1. Sempre sonhei em estar em uma equipe como a BAR, que me dá um bom carro nas mãos", afirmou.

Enrique estreou na categoria em 2001, pela Arrows. Por lá ficou até a metade de 2002, quando a equipe fechou as portas atolada em dívidas. O brasileiro teve de passar pelo momento mais vexaminoso da carreira no GP da França, quando, por ordem do time, foi obrigado a fazer voltas lentas para não se classificar para a corrida. Não havia dinheiro para bancar a atuação dele e do companheiro de equipe, o alemão Heinz-Harald Frentzen.

Na F-1, Bernoldi fez 28 corridas. O melhor resultado foi a oitava colocação no GP da Alemanha de 2001. Na época, porém, pontuavam apenas os seis primeiros colocados.

Além dele, o país também pode ter Antonio Pizzonia como titular da Williams em 2005. Em duas semanas a equipe anuncia quem será o companheiro de Mark Webber.

 

 

Terra Redação

Comentários
Veja Também
MBO_SEGURANÇA_300
LOJA_02
LISTINHA_ONLINE
Últimas Notícias
  
pupa
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.