Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 26 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Brasil volta a disputar final do trampolim após 52 anos

24 Ago 2004 - 08h10
O brasileiro César Castro entrou para a história dos saltos ornamentais como o primeiro brasileiro a conseguir classificação para uma final olímpica desde os Jogos de Helsinque-1952. Nesta terça-feira, o brasiliense conseguiu somar 662,73 pontos na prova de trampolim de 3 m e ficou na nona colocação no geral. A final acontece ainda hoje, às 14h45 (MS).
Castro, que preferiu saltos mais 'conservadores' para manter as chances de ficar entre os 12 finalistas, tenta agora igualar o melhor resultado de um brasileiro em uma Olimpíada: o sexto lugar de Mílton Busin, no trampolim, nos Jogos de Helsinque-1952.
Ao final dos cinco saltos, Castro somou 230,28 pontos que, somados com os seis das eliminatórias de quarta-feira, renderam o total de 662,73 pontos, segundo informações da UOL,.
O maior feito na carreira de Castro foi a disputa da Super Final-2003, que reuniu os oito atletas de melhores desempenhos na temporada. No mesmo ano, terminou em quarto lugar no Pan de Santo Domingo e obtivera a vaga olímpica com um 14º lugar na Copa do Mundo.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEMISSÃO DE CONSENSO
BB tira do ar propaganda com jovem negra careca, homens de cabelo rosa e no salão de beleza
ANJOS DA VIDA
Em quatro dias, 16 pessoas foram salvas do suicídio na Ponte Newton Navarro
TOCAIA
Mulher é chamada pelo nome e ao atender leva vários tiros
100 EDUCAÇÃO
Revoltada, mãe denuncia que criança voltou da creche com cocô amarrado em mochila
MEGA SENA
Mega-Sena segue acumulada e prêmio chega a R$ 105 MILHÕES
100 MUDAR HORÁRIO
Bolsonaro assina decreto que encerra com o horário de verão
FAMOSIDADES
Xuxa mostra vídeo de seu cabelo sendo raspado pela filha, Sasha
SEGUNDA EMBOSCADA
Empresário de Distribuidora de Bebidas é atingido por 24 tiros e sobrevive
DUPLO ASSASSINATO
Em trama diabólica Homem matou casal de irmãos para receber seguro de vida da ex-mulher
ACUMULOU
Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 105 milhões