Menu
SADER_FULL
quinta, 15 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Brasil vence e pega o Chile nas quartas da Copa América

5 Jul 2007 - 07h09
A seleção brasileira não empolgou --chegou a ser vaiada pela torcida venezuelana na cidade de Puerto La Cruz--, mas fez o suficiente para vencer o Equador por 1 a 0, nesta quarta-feira, na rodada de encerramento do Grupo B, e assegurou vaga nas quartas-de-final da Copa América.
Com o resultado, o Brasil se classificou em segundo lugar na chave com seis pontos --o México, com sete pontos, terminou na liderança-- e enfrentará na próxima fase o Chile, o melhor terceiro colocado da fase inicial. O jogo será no sábado, às 21h50 (horário de Brasília). Chilenos e brasileiros já se enfrentaram nesta fase, e a seleção do técnico Dunga venceu por 3 a 0.
O único gol do jogo de hoje foi marcado pelo atacante Robinho, cobrando um pênalti duvidoso na etapa final.
Ainda buscando a melhor formação, Dunga escalou três volantes --Gilberto Silva, Mineiro e Josué-- contra os equatorianos. O quarto homem do setor, Júlio Baptista, também já atuou nesta posição no início da carreira no São Paulo. Na frente, o treinador apostou na dupla Robinho e Vágner Love.
Nos primeiros minutos de jogo, sem muita imaginação para criar jogadas, o Brasil pouco ameaçou. Apenas aos 16min, após cruzamento da esquerda, a seleção chegou com Vágner Love, que parou na defesa do goleiro Elizaga.
Sem precisar agredir o adversário, já que precisava do empate para assegurar classificação, o Brasil só voltou a chegar ao ataque aos 26min, quando, após uma troca de passes, Robinho recebeu de frente para o gol, mas arrematou para fora.
Os equatorianos só ameaçaram aos 30min. Benitez arriscou de fora da área e exigiu boa defesa do goleiro Doni.
Aos 37min, o Equador esteve perto de abrir o placar graças a uma saída errada de Doni. Ele deixou a área para tentar afastar uma bola mas foi vencido na velocidade por Borja, que, sem ângulo, chutou para fora.
Pouco antes do intervalo, depois de ser vaiado pela torcida venezuelana por sua lentidão, o Brasil assustou em chutes de Robinho, Vágner Love e numa cabeçada de Júlio Baptista.
No segundo tempo, aos 9min, Robinho "pedalou" na frente de um adversário e caiu dentro da área. O árbitro argentino Sergio Pezzotta marcou pênalti --o atacante brasileiro teria sido puxado. Robinho bateu forte e marcou seu quarto gol no torneio.
Como o Equador só chegava em cruzamentos para a área neutralizados pela defesa, o Brasil utilizou o resto do segundo tempo para fazer testes.
Dunga deu chance para o santista Kléber na lateral esquerda na vaga de Gilberto, para Diego na de Júlio Baptista e para Alex Silva no lugar de Daniel Alves.

 

 

 

Mídia Max


Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos