Menu
SADER_FULL
segunda, 28 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Brasil vai dobrar área com transgênicos

20 Jul 2004 - 16h36
O Brasil poderá dobrar a área cultivada com soja transgênica na safra 2004/05. De acordo com a Associação Brasileira de Sementes (Abrasem), o plantio pode atingir 6,4 milhões de hectares, ou o equivalente a 30% da área projetada em 21,2 milhões de hectares. Em 2003/04, estima-se que a área ocupada com soja geneticamente modificada foi de 3 milhões de hectares.

"O plantio está proibido, mas os agricultores vão plantar soja transgênica, com ou sem medida provisória", diz Ywao Miyamoto, presidente da Abrasem.

A área cultivada proporcionaria uma produção entre 14,5 milhões e 17,5 milhões de toneladas. Os dados da Abrasem são baseados na oferta de 200 mil a 250 mil sacas de 50 quilos de sementes básicas. As sementes básicas são multiplicadas pelos produtores de sementes antes de irem a mercado. A oferta é composta por 23 variedades regionais que podem ser plantadas no cerrado (Centro-Oeste), Minas Gerais e Rio Grande do Sul, entre outros. "A oferta é bastante diversificada e atende todo o Brasil", diz Miyamoto.

Crescimento explosivo

A área cultivada com transgênicos em todo o mundo deve crescer entre 10% e 15% em 2004, ficando entre 74,5 milhões e 77,8 milhões de hectares. "A área deve continuar crescendo a uma taxa de dois dígitos", prevê Clive James, presidente do Serviço Internacional para a Aquisição de Aplicações em Agrobiotecnologia (Isaaa, da sigla em inglês). "Somente nos EUA, as estimativas preliminares apontam para um aumento de 10% da área", diz. A Isaaa é uma organização sem fins lucrativos que defende a utilização da biotecnologia na agricultura.

O incremento de área continua a ser puxado pela soja. A oleaginosa ocupou 61% da área global de lavouras transgênicas, o equivalente a 41,4 milhões de hectares. O milho ocupa o segundo lugar, com 15,5 milhões de hectares, ou 23% da área mundial. A maior parte do milho transgênico é cultivado nos EUA.

A Isaaa estima que no ano de 2003 cerca de 55% dos 76 milhões de hectares cultivados com soja eram geneticamente modificados. Em 2002, a porcentagem era pouco menor, de 51%.

A organização calcula que em 2003 os OGMs criaram uma receita de US$ 4,5 bilhões, um crescimento de 12,5% em relação ao faturamento de US$ 4 bilhões apurado no ano anterior.

James, que participou do seminário Panorama Mundial dos Cultivos Transgênicos, na Fundação Getúlio Vargas, defendeu a biotecnologia como aliada das pequenas propriedades rurais na redução da pobreza. "Não sei se a redução da pobreza deveria ser o foco, uma vez que no Brasil as pequenas propriedades não plantam as culturas contempladas pelas pesquisas de transgenia, como milho ou soja", diz o professor José Maria da Silveira, professor da Universidade de Campinas (Unicamp). Silveira observou que as pequenas propriedades brasileiras, como em algumas regiões do Nordeste, dedicam-se à fruticultura ou à produção de flores para exportação.
 
Agrolink

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL -CHEGOU GASOLINA
Dois caminhões com combustíveis abastece posto e filas enormes se formam em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - GREVE DOS CAMINHONEIROS
Sem gás e sem combustíveis, população vive 'pane seca' e situação já é preocupante em Fátima do Sul
GREVE PETROLEIROS
Petroleiros decidem entrar em greve por 72 horas a partir da próxima quarta-feira
MISS BRASIL 2018
Mayra Dias do Amazonas é a Miss Brasil 2018
PARALISAÇÃO
Petroleiros do Pais inteiro anunciam greve "Vamos parar todas as Refinarias"
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta transa com Ícaro e fica encantada
FÁTIMA DO SUL - BUZINAÇO NA AVENIDA
Ao som do Hino Nacional, população e caminhoneiros fazem 'buzinaço' em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - FOTO DO DIA
FOTO DO DIA: Carreata dos caminhoneiros vista de cima em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - GREVE JÁ PREOCUPA
Situação já preocupa o setor alimentício 'Acendemos a luz vermelha', diz empresário em Fátima do Sul
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas