Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Brasil vai à semifinal do futebol Jogos Paraolímpicos

23 Set 2004 - 15h33
A seleção brasileira de futebol de 7 (para atletas com paralisia cerebral) venceu a Rússia, atual campeã, por 2 a 1, nesta quinta-feira, e avançou às semifinais dos Jogos Paraolímpicos de Atenas (Grécia).

Com o resultado, a equipe brasileira manteve a invencibilidade e terminou na liderança do Grupo B, com nove pontos. Em Atenas, o Brasil tenta melhorar o resultado de Sydney-2000, quando foi bronze.

O Brasil abriu o placar com Marinho, aos 7min do primeiro tempo. Os brasileiros suportaram a pressão do rival e ampliaram com Fabiano Bruzzi, aos 11min da etapa final. Pouco depois, Andrey Kuvaev diminuiu.

Na natação, Genezi Andrade finalizou em sexto na final dos 50 m peito (classe SB2), com 1min10s21. O vencedor foi o mexicano José Araulfo Castorena, que cravou o tempo 56s27 e quebrou o recorde mundial.

José Afonso Medeiros terminou em oitavo nos 400 m livre (categoria S7), com 5min28s40. Na final dos 50 m peito (SB3), Rildene Fonseca conseguiu a mesma colocação (oitava), com a marca de 1min15s45.

O Brasil também não conseguiu medalha com Ivanildo Vasconcelos, que registrou o tempo de 3min26s93 e ficou em sexto nos 200 m medley (categoria SM5). Em Barcelona-92, ele havia ganha bronze nesta prova.

No atletismo, Ádria Santos, atleta brasileira recordista de pódios paraolímpicos (dez, sendo quatro ouros), venceu sua bateria na semifinal dos 200 m --classe T11 (para deficientes visuais totais)--, com 26s59.

Campeã dos 100 m rasos da classe T11 em Atenas, Ádria é também favorita para ganhar os 200 m, prova em que detém o recorde mundial (24s99) e foi medalhista de ouro na Paraolimpíada de Sydney-2000.

Nos 100 m rasos (classe T12), Maria José Ferreira Alves ficou em segundo em sua série semifinal, com 12s67, e avançou à final. Já Sirlene Guilhermino, que ficou em quinto (13s24), não conseguiu se classificar.

Nesta quinta-feira, o Brasil ainda não conquistou nenhuma medalha na Paraolimpíada. Até agora, totaliza 14 pódios (oito de ouro, quatro de prata e duas de bronze) --maior número de ouros da história.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos