Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Brasil vai à semifinal do futebol Jogos Paraolímpicos

23 Set 2004 - 15h33
A seleção brasileira de futebol de 7 (para atletas com paralisia cerebral) venceu a Rússia, atual campeã, por 2 a 1, nesta quinta-feira, e avançou às semifinais dos Jogos Paraolímpicos de Atenas (Grécia).

Com o resultado, a equipe brasileira manteve a invencibilidade e terminou na liderança do Grupo B, com nove pontos. Em Atenas, o Brasil tenta melhorar o resultado de Sydney-2000, quando foi bronze.

O Brasil abriu o placar com Marinho, aos 7min do primeiro tempo. Os brasileiros suportaram a pressão do rival e ampliaram com Fabiano Bruzzi, aos 11min da etapa final. Pouco depois, Andrey Kuvaev diminuiu.

Na natação, Genezi Andrade finalizou em sexto na final dos 50 m peito (classe SB2), com 1min10s21. O vencedor foi o mexicano José Araulfo Castorena, que cravou o tempo 56s27 e quebrou o recorde mundial.

José Afonso Medeiros terminou em oitavo nos 400 m livre (categoria S7), com 5min28s40. Na final dos 50 m peito (SB3), Rildene Fonseca conseguiu a mesma colocação (oitava), com a marca de 1min15s45.

O Brasil também não conseguiu medalha com Ivanildo Vasconcelos, que registrou o tempo de 3min26s93 e ficou em sexto nos 200 m medley (categoria SM5). Em Barcelona-92, ele havia ganha bronze nesta prova.

No atletismo, Ádria Santos, atleta brasileira recordista de pódios paraolímpicos (dez, sendo quatro ouros), venceu sua bateria na semifinal dos 200 m --classe T11 (para deficientes visuais totais)--, com 26s59.

Campeã dos 100 m rasos da classe T11 em Atenas, Ádria é também favorita para ganhar os 200 m, prova em que detém o recorde mundial (24s99) e foi medalhista de ouro na Paraolimpíada de Sydney-2000.

Nos 100 m rasos (classe T12), Maria José Ferreira Alves ficou em segundo em sua série semifinal, com 12s67, e avançou à final. Já Sirlene Guilhermino, que ficou em quinto (13s24), não conseguiu se classificar.

Nesta quinta-feira, o Brasil ainda não conquistou nenhuma medalha na Paraolimpíada. Até agora, totaliza 14 pódios (oito de ouro, quatro de prata e duas de bronze) --maior número de ouros da história.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENTRETENIMENTO - SAÚDE
Padre Fábio de Melo sofre da síndrome do pânico e fala como administra a doença
NOVELA GLOBAL
'Segundo Sol': Laureta revela para a família de Rosa que ela é prostituta
GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru