Menu
SADER_FULL
sexta, 14 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Brasil tem 67 mil infectados por dengue, MS lidera ranking

10 Mar 2007 - 10h55
 verão ainda não terminou e o Brasil já registra um número alarmante de casos de dengue. Só neste ano são 67 mil pessoas infectadas, muitas com a pior forma da doença, a hemorrágica. Mato Grosso do Sul lidera no número de casos.

Quatro cidades do Noroeste de São Paulo concentram 40% dos casos de dengue no estado. Em Birigui, a produção de calçados foi prejudicada porque mil funcionários das indústrias ficaram doentes. Em Mato Grosso do Sul, há epidemia de dengue em Campo Grande, com mil notificações por dia. Oito pessoas morreram. No Maranhão foram quatro mortes.

A esteticista Cristina Marques Rumiatto, 45 anos, foi a oitava vítima neste ano da epidemia de dengue em Mato Grosso do Sul a morrer em decorrência da doença. Ela morreu, na madrugada desta sexta-feira (9), no Hospital Santa Rita, em Dourados.

Há 18 dias, foi internada com sintomas de forte gripe, sofreu parada cardíaca motivada pelo choque da febre alta causada pela dengue hemorrágica. Segundo informações do hospital a morte foi causada por hemorragia generalizada.

O superintendente de Vigilância Sanitária do estado, Eugênio Barros, informou que mais de 46 mil pessoas tiveram os sintomas da doença em Mato Grosso do Sul neste ano. Em Campo Grande, as notificações somam oficialmente 32 mil casos, sem nenhum óbito. Dourados já registra 1.921 casos e agora uma morte.

No Pará, são mais de 7.000 casos neste ano, quase o número registrado em todo o ano passado. Os agentes de saúde nem sempre conseguem entrar nas casas e aplicar o veneno que mata as larvas do mosquito. E o clima também não ajuda, já que é o período de chuvas na Amazônia.

As autoridades de saúde estão preocupadas principalmente com a dengue hemorrágica, a forma mais grave da doença. Oito casos já foram confirmados no Pará, sendo quatro em Belém, onde duas pessoas morreram.

O ministro da Saúde, Agenor Álvares, recebe na próxima segunda-feira, em Brasília a força-tarefa de prefeitos que buscam mais recursos para conter a epidemia de dengue em Mato Grosso do Sul. A reunião está prevista para começar às 14h30 (horário do Estado) e contará com a presença também da secretária estadual de Saúde, Beatriz Dobashi.

A força-tarefa é composta pelos prefeitos Felipe Orro (Aquidauana), Nelson Trad Filho (Campo Grande), Moacir Kohl (Coxim), Laerte Tetila (Dourados), Eraldo Leite (Jateí), Evandro Bazzo (Jardim), Luiz Brandão (Laguna Carapã) e Simone Tebet (Três Lagoas).

Na reunião os prefeitos vão pedir ao ministro um repasse financeiro adicional ao teto financeiro da vigilância em saúde, para amenizar os gastos que estão tendo com a epidemia e também para realizar ações preventivas contra um novo surto da doença.

A maior preocupação dos prefeitos, segundo Eraldo, é que a epidemia avance para os municípios que não tenham estrutura para enfrentar a doença, já que até nos municípios maiores, como Campo Grande, por exemplo, os hospitais estão sobrecarregados.

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz passa mal ao abraçar e beijar a mãe pela primeira vez