Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Brasil quer voo direto para todos os países da UE até o fim do ano

26 Mai 2010 - 06h30Por Terra

Até o final do ano, os brasileiros podem ter voos diretos para todos os países da União Europeia. A intenção foi declarada nesta terça-feira pelos ministros da Defesa do Brasil, Nelson Jobim, e de Transporte da Espanha (país que atualmente preside a União Europeia), José Blanco, durante a Cúpula União Europeia - América Latina da Aviação Civil, no Rio de Janeiro.

Hoje, o Brasil mantém acordos bilaterais com apenas 13 países europeus, com os quais mantém voos diretos e regulares. Com uma declaração assinada nesta terça pelo governo brasileiro e pelo representante do bloco europeu, o volume de voos diretos deve aumentar já a partir do dia 14 de julho.

A intenção é ampliar o número de locais de origem e de destino. Segundo Bruno Silva Dalcolmo, superintendente de Relações Internacionais da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a União Europeia já iniciou as negociações e apresentou apoio absoluto dos 27 países associados ao bloco.

"O Brasil tem muito interesse na maior integração, com objetivo de garantir mobilidade do passageiro e a conectividade das cidades brasileiras com cidades europeias", garantiu Dalcolmo. O superintendente da Anac explicou ainda que a proposta é criar um acordo único com todo o bloco europeu, unificando os já existentes. "Você facilita o trânsito e racionaliza o volume de negociações que a autoridade tem que realizar. Há benefícios de acesso a mercados, oportunidade de negócios às empresas, conectividade e mobilidade do passageiro brasileiro", disse ele.

Sobre a capacidade dos aeroportos brasileiros de receber mais voos da Europa, Dalcolmo lembrou que, desde que o Brasil iniciou o processo de flexibilização das operações aéreas, foi registrado um aumento de 21% a 25% do número de frequências operadas em aeroportos fora do eixo Rio de Janeiro-São Paulo. Segundo ele, há uma desconcentração relativa do transporte aéreo brasileiro, com voos internacionais partindo hoje de cidades como Belo Horizonte, Brasília, Recife, Fortaleza e Natal.

"Isso significa maior comodidade e conforto ao passageiro, que não é obrigado a fazer uma conexão no Estado de São Paulo e, com isso, aumentar em muitas horas a viagem para um destino europeu. E (significa) menor custo para o passageiro. As passagens tendem a ser mais baratas porque elas guardam relação com o número de milhas voadas", disse Dalcomo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho