Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 16 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Brasil perde dos EUA e avança em segundo

27 Ago 2007 - 07h33

O Brasil perdeu para os Estados Unidos por 113 a 76, neste domingo, em jogo válido pela última rodada da fase classificatória do Pré-Olímpico de basquete, disputado em Las Vegas, e avançou à seqüência do torneio na segunda colocação do Grupo B, ficando atrás apenas do time norte-americano.

Ao contrário das três partidas anteriores, Leandrinho teve sua atuação dificultada pela forte marcação que recebeu, especialmente de Kobe Bryant. O resultado pôde ser visto no resultado final, já que o brasileiro marcou apenas quatro pontos.

O cestinha da Seleção acabou sendo Tiago Splitter com 13 pontos, seguido por Nenê e Valtinho, que anotaram oito cada um.

Além da marcação no maior pontuador brasileiro, os EUA usaram e abusaram das cestas de três pontos. Das 36 tentativas, 19 tiveram o destino certo (53%) e dando aos EUA 57 pontos.

Pelo lado norte-americano, os grandes cestinhas foram Carmelo Anthony e LeBron James, cada um com 21 pontos. Na seqüência, Kobe Bryant, com 20, e Michael Redd, com 16, aparecem entre os pontuadores.

No primeiro quarto, após um início avassalador, em que o time norte-americano chegou a abrir 8 a 0 no placar, a Seleção Brasileira conseguiu equilibrar as ações e teve chance de até mesmo empatar o resultado.

Não fossem três arremessos livres desperdiçados por Nenê, Tiago Splitter e Alex, o resultado final da primeira parcial poderia ter sido ainda mais apertado do que os 27 a 21 que os EUA levaram o segundo quarto.

Na seqüência, o Brasil conquistou a menor diferença na partida, quando chegou uma seqüência de seis pontos e o placar registrou 29 a 27.

No momento em que o técnico Lula Ferreira iniciou o rodízio, a diferença de elenco, enfim, tornou-se mais clara. Com Marquinhos e JP Batista em quadra, a Seleção se perdeu e viu a diferença chegar aos 16 pontos.

No fim do primeiro tempo, os EUA apertaram o ritmo e desceram aos vestiários com um placar folgado de 57 a 38, após vacilo da defesa brasileira e uma cesta de três de LeBron James no final do quarto.

Apesar da larga vantagem, a Seleção foi quem mais deu trabalho aos EUA no primeiro tempo. Contra Venezuela a vantagem foi de 22 pontos, ante as Ilhas Virgens foram 27 e, por fim, contra Canadá, a equipe norte-americana chegou a abrir 31 pontos.

No entanto, no terceiro quarto, a equipe dos astros da NBA seguiu a risca o esquema de jogo e apertaram ainda mais o ritmo. Com a Seleção perdendo cestas em baixo do aro, os EUA massacraram e fizeram 39 a 11, levando para a última parcial uma vantagem de 47 pontos.

No final da partida, as duas seleções usaram seus reservas e os EUA apenas mantiveram a larga vantagem. Mesmo com a vitória brasileira no quarto período por 27 a 17, o time do técnico Mike Krzyzewski garantiu a vitória por 113 a 76.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos