Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 13 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Brasil passa fácil pela Argentina e conquista Copa América

16 Jul 2007 - 04h20
Contestada durante quase toda a Copa América-07, a seleção brasileira de Dunga levou a melhor sobre a favorita Argentina, ganhou por 3 a 0, neste domingo, em Maracaibo (Venezuela), e alcançou o oitavo título do país na história do torneio sul-americano.

Diferentemente do rival, que levou seus principais jogadores para a Venezuela, como Messi, Riquelme, Tevez e Crespo, o Brasil não contou com dois de seus melhores atletas, Ronaldinho e Kaká, que pediram dispensa alegando "cansaço" da última temporada.

Assim, o título praticamente repetiu a edição de 2004. Na ocasião, os argentinos não pouparam suas estrelas, enquanto os brasileiros, comandados por Carlos Alberto Parreira, entraram na competição sem Cafu, Roberto Carlos e Ronaldo. Após empate no tempo regulamentar, a equipe nacional conquistou o título na decisão por pênaltis.

O enredo não foi diferente nesta edição. Os vizinhos sul-americanos ganharam seus cinco compromissos anteriores e deram espetáculos em algumas partidas, arrancando inúmeros elogios. Já o Brasil chegou à decisão muito contestado, principalmente em seu esquema tático --chegou até a perder na estréia para os mexicanos.

No entanto, Dunga continuou priorizando a marcação. Quase sempre optou por uma equipe com três volantes --Gilberto Silva, Josué e Mineiro-- e esperava um Robinho iluminado em campo. Deu certo na maioria dos jogos. O atacante do Real Madrid se transformou em artilheiro, com seis gols, e sua defesa levou apenas cinco em toda a competição.

No duelo de hoje, as apostas de Dunga deram conta do recado e tiveram participação direta nos gols. Primeiro, Elano, seu "homem de confiança" e que substituiu o suspenso Gilberto Silva, lançou para Julio Baptista, que abriu o placar. Depois, o lateral-direito Daniel Alves, que começou no banco de reservas, cruzou para o gol contra de Ayala, ainda na etapa inicial, e fez o seu.

Além de um título logo em sua primeira competição oficial como treinador da seleção brasileira, Dunga comemora sua invencibilidade diante dos maiores rivais. Esse foi o segundo confronto e a segunda vitória --e sem sofrer gol. No primeiro, em setembro do ano passado, em Londres (ING), vitória por 3 a 0.

Enquanto os brasileiros atingiram seu oitavo título --antes, venceu em 1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999 e 2004, a seleção principal da Argentina vê seu jejum de títulos importantes aumentar a cada ano.

Apesar de, ao lado dos uruguaios, ser ainda a maior campeã do evento sul-americano, com 14 títulos, as rivais deste domingo não vencem desde 1993, quando ganharam a Copa América de 1993.

 

 

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP