Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 20 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Brasil gerou 1,236 milhão de empregos até julho

20 Ago 2004 - 07h15
No mês de julho, foram criados 202 mil empregos com carteira assinada, um aumento de 0,83% em relação a junho. O dado consta do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgado hoje pelo ministro Ricardo Berzoini.

Segundo ele, o governo está otimista com a tendência de aumento do emprego formal no país. No ano, o crescimento do emprego acumula 5,3%. "Já superamos a expectativa de criar 1,3 milhão postos de trabalho e agora temos a meta de chegar a 1,8 milhão até o final do ano" afirmou.

Os destaques do mês de julho foram os setores de indústria de transformação, com 56 mil empregos, e a agricultura, com 55 mil empregos. De acordo com o Cadastro Geral de emprego e Desemprego (Caged) do Ministério do Trabalho, a construção civil está revertendo o quadro negativo do ano passado: em julho foram criados 10 mil postos. Berzoini destacou que o aumento de empregos é maior nas cidades do interior.

O Caged é divulgado mensalmente pelo Ministério do Trabalho, e não inclui empregos públicos e domésticos. Por lei, as empresas são obrigadas a passar as informações ao governo.

Berzoini disse que, por enquanto, o governo não tem metas para o aumentro da renda do trabalhador, já que a prioridade ainda é criar empregos, No entanto, ele revelou que pesquisas comprovam um aumento real de 9% nos salários.

Quanto à desoneração da folha de pagamento de empresas, o que deve significar um incremento na criação de postos de trabalho, o ministro disse que ainda existem divergências dentro do próprio governo sobre as medidas. "As medidas serão anunciadas assim que for equacionada a questão da desoneração das empresas com a arrecadação Previdenciária". Berzoini adiantou, no entanto, que o governo está trabalhando em medidas para desonerar empresas com faturamento mensal de até R$ 3 mil.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS