Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 16 de setembro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Brasil ganha vaga em mais duas provas em Atenas

6 Jul 2004 - 15h38
Já comemorando o fato de ter uma delegação com 20 atletas na Olimpíada de Atenas, a natação brasileira ganhou mais um motivo para se alegrar: a Fina (Federação Internacional de Natação) divulgou nesta terça-feira (6) a lista das equipes participantes das provas de revezamento nos jogos e confirmou o Brasil nos 4x100m medley masculino e nos 4 x 100m livre feminino.

Com isso, entram para a delegação do Brasil o nadador de costas Paulo Maurício Machado (4x100m medley) e as nadadoras Tatiana Lemos e Renata Burgos (4x100m livre). A natação tem agora 23 atletas nos Jogos Olímpicos, 15 homens e 8 mulheres, o maior time do país na história da competição.

O revezamento 4x100m livre feminino, principalmente, sofreu com a saída de Julyana Bassi Kury, que testou positivo em exame de doping feito no Troféu Brasil, em maio, desfalcando o time e levando consigo o tempo estabelecido ao final da competição, 3min45s38.

Para conquistar a quarta e última vaga da prova nos Jogos, a marca válida foi a de 3min47s05, estabelecida nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, há um ano.

Além de Tatiana Lemos e Renata Burgos, estão na equipe Rebeca Gusmão e Flávia Delaroli, que já estão no grupo de Atenas em provas individuais. Também conseguiram lugar as equipes da França (3min40s67), Canadá(3min45s38) e Espanha (3min46s71).

Na prova masculina de 4x100m medley o Brasil conseguiu a terceira das quatro vagas restantes também com o tempo feito em Santo Domingo, 3min41s02.

Paulo Maurício Machado entra no grupo que contará ainda com Eduardo Fischer (peito), Gabriel Mangabeira (borboleta) e Jáder Souza (livre). Entraram nesta última seletiva junto com o Brasil os times da África do Sul (3min40s78), Nova Zelândia (3min40s86) e Itália (3min42s46).

A ausência fica por conta da equipe de 4x100m medley feminino que teria Fabiola Molina, Ivi Monteiro, Mariana Katsuno e novamente Rebeca Gusmão. As quatro tinham 4min12s90, que é recorde sul-americano, mas o último time a conseguir vaga para Atenas, a Dinamarca, tem 4min10s69.

O Brasil conseguiu vaga em Barcelona para as equipes masculinas de 4x100m e 4x200m livre e para o time feminino de 4x200m livre.

Os demais tiveram que esperar esta análise de tempos geral e retrospectiva. Para aumentar suas chances, a CBDA solicitou à Fina autorização para uma tentativa logo após as provas do Troféu Brasil-Correios, em maio deste ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles
SUPERSTIÇÃO
Primeira sexta-feira 13 do ano com noite de lua cheia pode ser perigosa, alerta taróloga
ESPORTE
Poderá o poker se tornar olímpico?