Menu
SADER_FULL
sexta, 17 de agosto de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Brasil criou um milhão de empregos formais no 1º semestre

16 Jul 2004 - 15h34
O ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, anunciou a criação de 1,03 milhão de empregos formais no país no primeiro semestre do ano, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. De acordo com o ministério, a alta no nível de emprego no primeiro semestre de 2004 é o melhor índice registrado desde 1992 quando o levantamento teve início. O ministro mostrou-se otimista com o número anunciado, afirmando que a geração de empregos formais em 2004 pode chegar a 1,8 milhão.

Berzoini disse que o processo de recuperação do nível de emprego foi “puxado” pelo agronegócio e pela exportação. Ele informou que, desde maio, ocorre uma melhora nas vendas de varejo e no consumo de bens não-duráveis e semiduráveis.

“Com a agregação de mais de um milhão de consumidores, porque estão trabalhando e estão recebendo salário, a expectativa é de que tenhamos uma melhoria muito significativa nos segmentos de alimento, calçadista e de vestuário, que podem sustentar a economia no segundo semestre”, afirmou.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Roberval é traficante de diamante
NOVELA DA RECORD
Herodíade diz que foi agarrada por Batista e Joana a chama de mentirosa.