Menu
SADER_FULL
sexta, 20 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Brasil avança em primeiro, mas joga mal e irrita Dunga

25 Jun 2010 - 12h58Por Gazeta Esportiva

O Brasil exibiu uma clara dificuldade ofensiva nesta sexta-feira, mas contou com a segurança de seu sistema defensivo para brecar Cristiano Ronaldo e segurar o empate por 0 a 0 com Portugal. Sem criatividade no ataque, a seleção pentacampeã se contentou com o resultado sem gols, que garantiu a liderança do Grupo G, com sete pontos, enquanto os portugueses se classificaram na segunda posição, com cinco.

Sem contar com Kaká (suspenso) e Elano (lesionado), Dunga ainda optou por poupar Robinho e, mesmo com duas ótimas chances no primeiro tempo, o Brasil deixou evidente que depende mesmo do camisa 10, já que Júlio Baptista pouco criou no estádio Moses Mabhida. Mas, por outro lado, a superioridade de Lúcio no duelo particular com Cristiano Ronaldo dá tranquilidade para a sequência da seleção na Copa do Mundo.

Nas oitavas de final, o Brasil encara o segundo colocado do Grupo H, que será definido ainda nesta sexta-feira e pode ser Chile, Espanha ou Suíça. O líder da chave será o oponente de Portugal.

O jogo: A seleção brasileira começou o jogo tentando impor um ritmo bastante pegado, mas até exagerou em algumas jogadas. O alvo dos lances mais ríspidos dos comandados de Dunga foi o brasileiro naturalizado português Pepe, que levou duas faltas duras de Luís Fabiano logo no início (o atacante até recebeu o amarelo).

Mesmo nervoso, o Brasil tomou a iniciativa. Com Júlio Baptista apagado, Daniel Alves chamou a responsabilidade, recebeu na intermediária e arriscou a batida, que saiu ao lado da meta. Já Portugal, mesmo precisando do triunfo para alcançar a liderança, se encolheu para aguardar os contragolpes.

A primeira resposta que os lusos encaixaram foi aos 14, quando Fábio Coentrão cruzou da esquerda e Júlio César se esticou para evitar o complemento de Tiago. Na sobra, Cristiano Ronaldo carimbou a defesa. Do outro lado, mais uma vez, Daniel Alves chutou e viu a defesa de Eduardo

O jogo continuou com um ritmo duro, mas sem tantos lances de emoção. O meia Tiago até apareceu na meia-lua para emendar um chute de primeira, mas errou o alvo. Pouco depois, Juan interceptou com a mão um lançamento que deixaria Cristiano Ronaldo em boas condições pela direita e foi advertido.

Enfim, aos 30, o Brasil criou um lance que realmente animou a torcida, que até então só estava motivada em comemorar os erros de Cristiano Ronaldo. Luís Fabiano fez jogada individual pela direita da área e tocou na esquerda, a zaga portuguesa parou e Nilmar apareceu livre para finalizar de frente para a meta. Depois de desvio do goleiro Eduardo, a bola bateu na trave.

Na sequência do lance, Portugal puxou um rápido contragolpe, e Tiago caiu na área em disputa com Gilberto Silva, pedindo pênalti. O árbitro, porém, considerou simulação do meia europeu e aplicou o cartão amarelo. Com mais insistência, os pentacampeões ameaçaram novamente ainda no primeiro tempo. Maicon cruzou da direita e Luís Fabiano subiu entre dois zagueiros para cabecear. A bola raspou na trave antes de sair.

A poucos minutos do fim da etapa, Dunga percebeu que seria um risco deixar Felipe Melo em campo por mais tempo depois que o volante recebeu cartão amarelo por jogada dura sobre Pepe. Josué foi o escolhido para compor o meio-campo no lugar do camisa 5.

O Brasil se perdeu no início do segundo tempo, mas contou com a excelente fase de Lúcio, que impediu sozinho o avanço de Cristiano Ronaldo por duas vezes. A torcida verde e amarela logo começou a pedir a entrada de Robinho. Enquanto isso, Portugal insistiu, Simão entrou na vaga de Duda e arrematou da direita para defesa de Júlio César.

No lance seguinte, Lúcio se esforçou para tirar de Cristiano Ronaldo no carrinho, mas a bola chegou de presente para Raúl Meireles, livre, tocar para fora, na saída de Júlio César. Chance incrível desperdiçada por Portugal, e o goleiro brasileiro sentiu uma contusão no lance, mas conseguiu seguir no jogo.

A falta de opções ofensivas no Brasil fez com que os lusos se animassem na frente. Por outro lado, Lúcio chegou a tentar algumas investidas para surpreender, mas sem sucesso. Com Dunga claramente irritado à beira do gramado, pulando e gesticulando, o time seguiu sem conseguir trocar passes com objetividade.

Nos minutos finais, a seleção canarinho ainda levou perigo em chute de Ramires, que entrou no lugar de Júlio Baptista e chutou de longe para exigir defesa de Eduardo. Do outro lado, Danny não aproveitou vacilo de Juan e parou em Júlio César, no último lance de perigo do duelo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL NO BEACH PARK
Acidente no Beach Park, veja como é o brinquedo 'Vainkará' que matou turista
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Fátima do Sul: O Boticário lança linha de cuidados masculinos e mostra que homens também se cuidam
ACIDENTES NAS ESTRADAS
Acidente grave: nove caminhões e um morto na BR-376
POLEMICA
Transexual é retirada algemada de banheiro público feminino em Araruama
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Remy agarra Luzia e Ícaro salva a mãe de ser estuprada
TURISMO PELO BRASIL E MUNDO
Indústria de Hotéis aguarda aprovação dos jogos para captar bilhões em produtos turísticos
AGORA EM DOURADOS - MS
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
TRAGEDIA
Acidente chocante em Foz: casal morre na hora em batida
NOVELA GLOBAL
Aliada de Laureta, Rosa se vinga do pai e o humilha no restaurante em ‘Segundo sol’
GRANA
Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas