Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 17 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Brasil avança em primeiro, mas joga mal e irrita Dunga

25 Jun 2010 - 12h58Por Gazeta Esportiva

O Brasil exibiu uma clara dificuldade ofensiva nesta sexta-feira, mas contou com a segurança de seu sistema defensivo para brecar Cristiano Ronaldo e segurar o empate por 0 a 0 com Portugal. Sem criatividade no ataque, a seleção pentacampeã se contentou com o resultado sem gols, que garantiu a liderança do Grupo G, com sete pontos, enquanto os portugueses se classificaram na segunda posição, com cinco.

Sem contar com Kaká (suspenso) e Elano (lesionado), Dunga ainda optou por poupar Robinho e, mesmo com duas ótimas chances no primeiro tempo, o Brasil deixou evidente que depende mesmo do camisa 10, já que Júlio Baptista pouco criou no estádio Moses Mabhida. Mas, por outro lado, a superioridade de Lúcio no duelo particular com Cristiano Ronaldo dá tranquilidade para a sequência da seleção na Copa do Mundo.

Nas oitavas de final, o Brasil encara o segundo colocado do Grupo H, que será definido ainda nesta sexta-feira e pode ser Chile, Espanha ou Suíça. O líder da chave será o oponente de Portugal.

O jogo: A seleção brasileira começou o jogo tentando impor um ritmo bastante pegado, mas até exagerou em algumas jogadas. O alvo dos lances mais ríspidos dos comandados de Dunga foi o brasileiro naturalizado português Pepe, que levou duas faltas duras de Luís Fabiano logo no início (o atacante até recebeu o amarelo).

Mesmo nervoso, o Brasil tomou a iniciativa. Com Júlio Baptista apagado, Daniel Alves chamou a responsabilidade, recebeu na intermediária e arriscou a batida, que saiu ao lado da meta. Já Portugal, mesmo precisando do triunfo para alcançar a liderança, se encolheu para aguardar os contragolpes.

A primeira resposta que os lusos encaixaram foi aos 14, quando Fábio Coentrão cruzou da esquerda e Júlio César se esticou para evitar o complemento de Tiago. Na sobra, Cristiano Ronaldo carimbou a defesa. Do outro lado, mais uma vez, Daniel Alves chutou e viu a defesa de Eduardo

O jogo continuou com um ritmo duro, mas sem tantos lances de emoção. O meia Tiago até apareceu na meia-lua para emendar um chute de primeira, mas errou o alvo. Pouco depois, Juan interceptou com a mão um lançamento que deixaria Cristiano Ronaldo em boas condições pela direita e foi advertido.

Enfim, aos 30, o Brasil criou um lance que realmente animou a torcida, que até então só estava motivada em comemorar os erros de Cristiano Ronaldo. Luís Fabiano fez jogada individual pela direita da área e tocou na esquerda, a zaga portuguesa parou e Nilmar apareceu livre para finalizar de frente para a meta. Depois de desvio do goleiro Eduardo, a bola bateu na trave.

Na sequência do lance, Portugal puxou um rápido contragolpe, e Tiago caiu na área em disputa com Gilberto Silva, pedindo pênalti. O árbitro, porém, considerou simulação do meia europeu e aplicou o cartão amarelo. Com mais insistência, os pentacampeões ameaçaram novamente ainda no primeiro tempo. Maicon cruzou da direita e Luís Fabiano subiu entre dois zagueiros para cabecear. A bola raspou na trave antes de sair.

A poucos minutos do fim da etapa, Dunga percebeu que seria um risco deixar Felipe Melo em campo por mais tempo depois que o volante recebeu cartão amarelo por jogada dura sobre Pepe. Josué foi o escolhido para compor o meio-campo no lugar do camisa 5.

O Brasil se perdeu no início do segundo tempo, mas contou com a excelente fase de Lúcio, que impediu sozinho o avanço de Cristiano Ronaldo por duas vezes. A torcida verde e amarela logo começou a pedir a entrada de Robinho. Enquanto isso, Portugal insistiu, Simão entrou na vaga de Duda e arrematou da direita para defesa de Júlio César.

No lance seguinte, Lúcio se esforçou para tirar de Cristiano Ronaldo no carrinho, mas a bola chegou de presente para Raúl Meireles, livre, tocar para fora, na saída de Júlio César. Chance incrível desperdiçada por Portugal, e o goleiro brasileiro sentiu uma contusão no lance, mas conseguiu seguir no jogo.

A falta de opções ofensivas no Brasil fez com que os lusos se animassem na frente. Por outro lado, Lúcio chegou a tentar algumas investidas para surpreender, mas sem sucesso. Com Dunga claramente irritado à beira do gramado, pulando e gesticulando, o time seguiu sem conseguir trocar passes com objetividade.

Nos minutos finais, a seleção canarinho ainda levou perigo em chute de Ramires, que entrou no lugar de Júlio Baptista e chutou de longe para exigir defesa de Eduardo. Do outro lado, Danny não aproveitou vacilo de Juan e parou em Júlio César, no último lance de perigo do duelo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto