Menu
SADER_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

BR 262 terá passagens subterrâneas para travessia de animais

23 Out 2010 - 09h16Por De Campo Grande
A BR 262 terá 100 passagens subterrâneas para a passagem de animais silvestres. A adaptação do trecho que fica no Pantanal tornará a 262 a primeira rodovia ecológica. A licença ambiental para as obras de adaptação da rodovia foi assinada pelo presidente do Ibama, Aberlardo Bayama.

A Superintendência do Ibama em Mato Grosso do Sul confirmou as obras de ampliação da rodovia no trecho dentro do Pantanal, que vai de Anastácio, a 225 quilômetros de Campo Grande, até Corumbá, a 410 km da Capital.

Por determinação do Núcleo de Licenciamento do Ibama, as obras no trecho mais ecológico da 262, que corta o Estado de Leste a Oeste, terá passagens subterrâneas e ou túneis.
Os pontos de passagem de animais já foram demarcados pelo biólogo Wagner Fisher, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), além de estudo de impacto ambiental da UFMS e levantados por um estudo de impacto ambiental exigido ao DNIT pelo Ibama. O estudo foi realizado pela Embrapa – Pantanal.

De acordo com estimativas, calcula-se que mais de 8 mil animais são atropelados nas rodovias de Mato Grosso do Sul a cada ano.

Além das passagens subterrâneas sinalizadas e com alambrados para direcionamento dos animais, as margens da rodovia terão recomposição total da vegetação ciliar com espécies nativas

A BR 262 também terá sinalização especial com redutores de velocidade, monitoramento especial da PRF e sinalização especial em placas, informando que a BR se trata de uma rodovia "ecológica" e atravessa área de preservação permanente e se constitui no bioma Pantanal, exigindo, portanto, cuidados especiais com a fauna e a flora.

Um trecho de 26 km na região do Buraco das Piranhas terá cercas especiais com inclinação de 30 graus para que os animais não atravessem a pista. Por ser uma região alagada, não deve haver passagem subterrânea. Mas haverá sinais sonoros e armadilhas fotográficas que vão servir ao monitoramento do fluxo de animais e avaliação dos índices de atropelamento.

Laboratório

Segundo o superintendente do Ibama, a rodovia também será liberada para estudos científicos. “Ela será um grande laboratório de pesquisas para estudos ambientais e o trecho no Pantanal é quase que totalmente preservado, exigindo cuidados especiais”.

O Ibama exigiu também que as construtoras destinem recursos a programas de educação ambiental voltados às comunidades locais, já que há previsão de os produtores rurais possam usar as passagens em tarefas de manejo dos rebanhos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat