Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Botulismo mata 150 animais em MG

6 Set 2007 - 11h15

Um laudo da Universidade Estadual Paulista apontou o botulismo como causa da morte de metade dos bois de um confinamento em João Pinheiro (MG). Os 150 animais mortos foram colocados em uma vala e serão incinerados.

Para identificar a causa da mortandade, amostras foram enviadas para três laboratórios. O laudo de um deles confirmou a toxina botulínica como causa da morte do gado. Mas falta ainda saber como os animais contraíram a doença.

Gustavo Diniz, veterinário responsável pelo confinamento, descarta o uso de cama de frango, uma mistura de serragem, fezes e ração de aves que é proibida pelo Ministério da Agricultura e pode conter a toxina que causa botulismo. “A alimentação usada para esse gado era silagem de milho misturada com silagem de sorgo”, afirma.

De acordo com o Instituto Mineiro de Agropecuária, por enquanto a fazenda continua interditada. “Por pelo menos 30 dias, a gente vai acompanhar, observar, fazer relatório para ver se vai surgir mais algum caso ou não”, diz Altino de Deus Filho, chefe do instituto.

O dono do rebanho suspeita que a contaminação tenha ocorrido devido à ingestão de um suplemento mineral.

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)