Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Botafogo recebe Grêmio no Engenhão para permanecer no G-4

4 Set 2010 - 11h20Por Terra

O Botafogo recebe o Grêmio neste sábado, às 18h30, no Engenhão, em confronto válido pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro da Série A. As duas equipes fazem campanhas distintas na competição, mas a vitória terá a mesma importância para ambas.

O clube alvinegro, embalado pelo triunfo por 1 a 0 sobre o Grêmio Prudente, fora de casa, figura na quarta posição do torneio, com 30 pontos, e pretende permanecer na zona de classificação para a próxima Copa Libertadores da América. Já o time gaúcho, com 19 pontos, deixou a zona de rebaixamento na rodada passada, quando derrotou o Guarani por 1 a 0.

Joel Santana, técnico do Botafogo, vem procurando passar para seus jogadores que o elenco tem condições de brigar até mesmo pelo título do Campeonato Brasileiro. Mas, como hoje a realidade é lutar para permanecer na zona da Libertadores, o treinador adverte para os perigos do confronto deste sábado.

"A partida deste sábado será muito complicada, pois à medida em que o Campeonato Brasileiro vai avançando, o grau de dificuldade se torna pior. O Botafogo vem conseguindo bons resultados nas últimas rodadas, mas sabemos que precisamos de ainda mais empenho para permanecer na posição em que nos encontramos e para lutar por melhores objetivos quando a competição se aproximar do fim", afirmou Joel.

Os jogadores do Botafogo também concordam que existe a possibilidade de o time lutar pelo título brasileiro, mas preferem pensar em cada passo de uma vez. "Nós não estamos pensando se vamos nos aproximar dos líderes nesta rodada ou daqui a dois ou três jogos. Temos que pensar sempre em fazer a nossa parte, pois ainda falta muita coisa para acontecer no Campeonato Brasileiro. Tem esse jogo com o Grêmio e um turno inteiro pela frente. O importante é se manter no pelotão de frente e só conseguiremos isso subindo um degrau de cada vez", disse o zagueiro Antônio Carlos.

Em relação ao confronto diante do Grêmio, os jogadores do Botafogo preferiram minimizar o fato de a campanha do rival ser negativa. "Não me iludo com a campanha do Grêmio. Conheço bem o clube e sei que eles não se entregam. Além disso, ganharam novo ânimo com a vitória na quarta-feira. Eles vêm ao Rio de Janeiro para jogar no nosso erro e não podemos dar essa oportunidade para eles", afirmou o atacante argentino Herrera, que já defendeu as cores do clube gaúcho.

Para este compromisso Joel Santana ainda não definiu o time, como de costume. O único desfalque continua sendo o atacante Jobson, que se recupera de um estiramento leve na parte posterior da coxa esquerda. Loco Abreu foi seu substituto contra o Grêmio Prudente, mas não agradou, inclusive discutindo com o técnico. O uruguaio pode acabar barrado e com isso o mais provável substituto é Caio, que retorna após cumprir suspensão. O volante Somália, com fisgada na coxa direita, é dúvida. Caso seja vetado, Lúcio Flávio e Renato Cajá disputarão o posto.

Pelo lado do Grêmio, o técnico Renato Gaúcho tem tentado evitar que os jogadores se sintam aliviados por conta da vitória contra o Guarani. A saída da zona de rebaixamento, para o comandante, não deve ser comemorada, já que o confronto diante do Botafogo pode voltar a complicar a vida dos gremistas.

"Não podemos bobear, pois senão voltaremos para a zona de rebaixamento. O nosso time ainda tem muita coisa para mostrar neste campeonato, pois ainda precisa evoluir. O trabalho é longo e o foco está todo neste complicado jogo contra o Botafogo", afirmou Renato.

Os jogadores do Grêmio concordam com o comandante e sabem que não dá para relaxar ainda. Existe o temor pelo retorno das cobranças. "Nós perdemos muitos pontos ao longo do primeiro turno e, por isso mesmo, o caminho se tornou mais longo. Não temos tempo de comemorar vitórias, pois se tropeçarmos neste sábado voltam as cobranças", disse o atacante Jonas.

Se a confiança aumentou, os problemas continuam em alta no Olímpico. Renato Gaúcho perdeu seu principal articulador de jogadas, o meia Douglas, que deixou o jogo contra o Guarani com dores na região pubiana e sequer viajou com a delegação para o Rio de Janeiro. Maylson deve herdar sua vaga, com Leandro correndo por fora. Outra dúvida está no ataque, onde Borges se queixa de dores na coxa esquerda. André Lima está de sobreaviso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'