Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Bonatto se diz vítima de uma armação montada por Artuzi e Passaia

9 Set 2010 - 14h04Por Campo Grande News

O vereador Aurélio Bonatto (PDT) declarou hoje que as gravações que o levaram à prisão por receber propina fazem parte de uma armação montada pelo prefeito Ari Artuzi e pelo secretário Eleandro Passaia.

Ele alega que vinha sendo perseguido pelo prefeito, que mandou o secretário gravar os vereadores para escapar da CPI da Saúde.

Na manhã de hoje, ao tentar retomar os trabalhos na Câmara, ele foi atingido por uma sapato, arremessado por um dos manifestantes que lotaram a sessão.

O vereador anunciou que vai registrar boletim de ocorrência por ter sido agredido pelo morador Adailton Castro e Souza.

Bonatto disse reconhecer o direito que os moradores têm de protestarem, mas lamentou a agressão e disse que a população terá que aceitar o direito que ele tem de se defender.

Sobre as denúncias, ele afirmou que vai provar na Justiça que é inocente. Ele garante que as imagens dele pegando dinheiro, disse que estava levantando recursos para a campanha e que perante a Justiça vai apresentar as provas e testemunhos de que não cometeu nenhum crime.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico