Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 19 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Bombeiros e policiais substituem médicos em greve em AL

21 Jun 2007 - 13h49

Sete médicos do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de Alagoas foram convocados para manter o atendimento à população, prejudicado em decorrência da greve dos médicos da rede estadual de Saúde, em Maceió (AL). Os médicos militares foram encaminhados para dois ambulatórios. É a segunda vez que isso acontece - em 11 de junho, militares também foram chamados para atender os alagoanos.

Os médicos da rede estadual entraram em greve no dia 28 de maio. Eles suspenderam a paralisação por uma semana, mas voltaram a cruzar os braços na noite de segunda-feira (18).

Na quarta-feira (20), o sindicato da categoria recebeu uma notificação de decisão liminar decretando a ilegalidade da greve, assinado pelo juiz Kléver Loureiro. O presidente da entidade, Wellington Galvão, informou que a liminar vai ser analisada em assembléia, que será realizada nesta quinta-feira (21).

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra