Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Bombeiros e policiais substituem médicos em greve em AL

21 Jun 2007 - 13h49

Sete médicos do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de Alagoas foram convocados para manter o atendimento à população, prejudicado em decorrência da greve dos médicos da rede estadual de Saúde, em Maceió (AL). Os médicos militares foram encaminhados para dois ambulatórios. É a segunda vez que isso acontece - em 11 de junho, militares também foram chamados para atender os alagoanos.

Os médicos da rede estadual entraram em greve no dia 28 de maio. Eles suspenderam a paralisação por uma semana, mas voltaram a cruzar os braços na noite de segunda-feira (18).

Na quarta-feira (20), o sindicato da categoria recebeu uma notificação de decisão liminar decretando a ilegalidade da greve, assinado pelo juiz Kléver Loureiro. O presidente da entidade, Wellington Galvão, informou que a liminar vai ser analisada em assembléia, que será realizada nesta quinta-feira (21).

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos