Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Bolsa Família ultrapassa meta de 6,5 milhões de benefícios

23 Dez 2004 - 09h48
No meio da polêmica sobre o combate à fome promovido pelo governo, o Ministério do Desenvolvimento Social divulgou, nesta quarta-feira, o balanço anual do Bolsa Família. O levantamento mostra que o programa ultrapassou em 71,830 mil famílias a meta de conceder 6,5 milhões de benefícios. Os técnicos do governo ainda enfrentam, porém, dificuldades no cadastro das famílias e na fiscalização das contrapartidas exigidas nas áreas de educação e saúde.

Ainda assim, o número de famílias beneficiadas em 2004 representa um aumento de 80% em relação às 3,6 milhões atendidas em 2003. A meta do Bolsa Família para 2005 é chegar a 8,7 milhões de famílias atendidas. Um dos desafios do governo para o ano que vem é reduzir o número de problemas com o cadastro.

Em 2004, 142 mil benefícios tiveram seu pagamento bloqueado. A maior parte dos bloqueios, segundo o governo, foi feita por suspeita de duplicidade no cadastro. Em dezembro, foram 70 mil os pagamentos bloqueados. Depois de bloquear o benefício, o ministério informa a prefeitura responsável pelo cadastro para esclarecer o problema e reativar o benefício ou cancelá-lo.

A secretária-executiva do Ministério do Desenvolvimento Social, Márcia Lopes, informou que a pasta gastou neste ano cerca de R$ 14 bilhões, quase o dobro dos R$ 8 bilhões investidos no ano passado.

- Isso mostra a prioridade do governo Lula para a área social - afirmou Márcia.

O governo ainda terá de esperar alguns meses também para ter os controles da freqüência escolar e de vacinação, por exemplo, das crianças que estão nas famílias beneficiadas. Os municípios pediram ao governo federal um prazo até fevereiro para repassar as listas de freqüência das escolas. O governo aceitou com a condição de que as secretarias estaduais de educação fossem informadas até dezembro.

Na saúde, há o mesmo problema. Embora o programa já funcione há pelo menos um ano, só agora o Ministério da Saúde implantou o sistema para controlar as contrapartidas necessárias ao Bolsa Família. O sistema tem prazo de seis meses para estar funcionando normalmente. Com isso, o Ministério do Desenvolvimento Social só deve ter acesso aos dados entre abril e maio.
 
 
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Terceiro homem que assediou russa na Copa diz que “estão transformando um copo d’água em uma tempestade”
‘Alta Pressão’
Exército deflagra Operação para fiscalizar armamento e reduzir desvios para o comércio ilegal
COLÉGIO DELPHOS - BOLSAS DE ESTUDOS
Colégio Delphos Nota 10 oferece provas para bolsas de estudos neste sábado em Dourados
UNIPAR - EAD - DOURADOS
Unipar EAD com pós-graduação e 25 cursos a distância com mensalidade acessíveis agora em Dourados
PENSÃO ALIMENTÍCIA
Genro de Silvio Santos é procurado por Policia Federal após mandado de prisão
APOCALIPSE
Arthur (Junno Andrade) fala na TV do ataque ao navio de fugitivos e das consequências da erupção de
POLÊMICA
Projeto quer liberar venda direta de etanol das usinas aos postos
FÁTIMA DO SUL - ESTRUTURA NOVA
Fátima do Sul terá um novo conceito de lojas Cacau Show, AGUARDEM!!!
DOURADOS - ITALÍNEA MÓVEIS PLANEJADOS
Em Dourados, Italínea Móveis Planejados dá dicas para deixar sua casa pronta para o inverno
APOCALIPSE
Ricardo (Sérgio Marone) autoriza que um navio de fugitivos seja bombardeado