Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 19 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

BNDES abre linha de crédito para empresas de pequeno porte

3 Set 2004 - 11h37
O Governo Federal anunciou a criação de uma linha de empréstimo emergencial do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) de R$ 2,5 bilhões para empresas interessadas em crescer e gerar empregos no país. Desse recurso, R$ 1,3 bilhão, serão destinada para micro, pequenas e médias empresas.
Os recursos vão ser oferecidos a um custo abaixo do de mercado e o governo espera, com isso, dar novo estímulo ao crescimento da economia.

Para as micro, pequenas e médias, a liberação dos empréstimos será feita para as empresas que estejam em municípios com aglomerações setoriais, existentes quando cidades ou regiões têm sua economia voltada para o mesmo produto.

Os empréstimos terão o limite de R$ 100 mil ou 15% da receita operacional bruta para microempresas; de R$ 500 mil, ou 10% da receita operacional bruta para pequenas empresas; e de até R$ 4 milhões ou 8% da receita operacional bruta das médias empresas. Para grandes empresas, conforme a classificação, os limites variam entre R$ 10 milhões e R$ 100 milhões.

A liberação dos empréstimos será feita de setembro a dezembro deste ano, e as empresas terão prazo de 24 meses para pagar, com 12 meses de carência. Os encargos terão como base a Taxa de Juro de Longo Prazo (TJLP) mais os spread (diferença entre o custo de captação do BNDES e o que o banco estatal cobra da empresa), que vão de 3,5% a 11% . A variação maior ou menor do spread acompanha o cumprimento das metas. O monitoramento será feito conforme o número de empregos gerados, no caso das grandes empresas, e o faturamento, no caso das pequenas e médias.

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse que a linha de crédito vem para aproveitar o que classificou como “momento particular da economia para que se estimule a capacidade de oferta”. De acordo com o ministro, serão priorizados os setores de bens de consumo, como bebidas e refrigerantes, farmacêuticos e confecções.
 
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

FACULDADE
Irmãs estudantes de engenharia vendem doces nos trens do Rio para se sustentar
MUITA FUMAÇA
Crianças passam mal em incêndio que dura três dias
VICENTINENSE DE CORAÇÃO
Após 30 anos dividindo palco, Erika Figueiredo aposta no solo e lança clipe, ASSISTA
SIAMESAS
Mulher dá à luz gêmeas siamesas de 3,700KG as duas
ACIDENTE DE TRABALHO
Homem morre ao ser puxado por colheitadeira quando fazia limpeza
TENTATIVA DE HOMICIDIO
Cansada de apanhar mulher desfere golpes de faca em companheiro
POLICIAIS CORRUPTOS
PMs são denunciados por ligação com tráfico; bandidos fizeram foto em caveirão
NOVELA GLOBAL
Camilo descobre segredo de Chiclete e Vivi em 'A dona do pedaço'
LIBERADO
PIS/Pasep para nascidos em agosto já está liberado
ALUCIENÓGENO
Video: Vovó fica doidona ao provar acidentalmente maconha do neto