Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 20 de março de 2019
prefeitura VICENTINA Março 2019
Busca
ITALÍNEA
Brasil

BNDES abre linha de crédito para empresas de pequeno porte

3 Set 2004 - 11h37
O Governo Federal anunciou a criação de uma linha de empréstimo emergencial do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) de R$ 2,5 bilhões para empresas interessadas em crescer e gerar empregos no país. Desse recurso, R$ 1,3 bilhão, serão destinada para micro, pequenas e médias empresas.
Os recursos vão ser oferecidos a um custo abaixo do de mercado e o governo espera, com isso, dar novo estímulo ao crescimento da economia.

Para as micro, pequenas e médias, a liberação dos empréstimos será feita para as empresas que estejam em municípios com aglomerações setoriais, existentes quando cidades ou regiões têm sua economia voltada para o mesmo produto.

Os empréstimos terão o limite de R$ 100 mil ou 15% da receita operacional bruta para microempresas; de R$ 500 mil, ou 10% da receita operacional bruta para pequenas empresas; e de até R$ 4 milhões ou 8% da receita operacional bruta das médias empresas. Para grandes empresas, conforme a classificação, os limites variam entre R$ 10 milhões e R$ 100 milhões.

A liberação dos empréstimos será feita de setembro a dezembro deste ano, e as empresas terão prazo de 24 meses para pagar, com 12 meses de carência. Os encargos terão como base a Taxa de Juro de Longo Prazo (TJLP) mais os spread (diferença entre o custo de captação do BNDES e o que o banco estatal cobra da empresa), que vão de 3,5% a 11% . A variação maior ou menor do spread acompanha o cumprimento das metas. O monitoramento será feito conforme o número de empregos gerados, no caso das grandes empresas, e o faturamento, no caso das pequenas e médias.

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse que a linha de crédito vem para aproveitar o que classificou como “momento particular da economia para que se estimule a capacidade de oferta”. De acordo com o ministro, serão priorizados os setores de bens de consumo, como bebidas e refrigerantes, farmacêuticos e confecções.
 
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESCASO
Bebê morre após parto feito pelo pai em ambulância sem médico
FAMOSIDADES
Aos 58 anos, atriz Tássia Camargo sofre infarto e está na UTI de Hospital em Portugal
ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos