Menu
SADER_FULL
quinta, 5 de dezembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Bioquímica é assassinada a golpes de facão em Dourados

2 Abr 2007 - 04h52
A servidora pública estadual Ana Lúcia Mendes, de 48 anos, que trabalhava como bioquímica no Hemocentro de Dourados, foi assassinada hoje com vários golpes de facão, na casa dela, na sitioca Campina Verde, localizada na saída para Caarapó. O crime teria ocorrido na madrugada, mas somente após o meio-dia a polícia foi acionada.

O principal acusado até o momento, segundo apurou o Dourados News, seria o ex-amásio dela, Jair Cantazine da Silva. O homem vinha se desentendendo com a mulher e teria prometido o crime, de acordo com as primeiras informações. Jair está foragido.

A bioquímica Ana Lúcia Mendes assassinada a golpes de facão possivelmente na madrugada de domingo, na casa dela, na sitioca Alvorada, teria sido casada com o deputado federal Waldemir Moka, do PMDB, segundo relato de algumas testemunhas que acompanham a perícia policial no local do crime. O principal suspeito, o ex-amásio Jair Cantazine da Silva, continua desaparecido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REVELADO
Débora Falabella posta foto e assume namoro com o ator Gustavo Vaz: "Amor com poesia"
BOM REMÉDIO
Anvisa aprova registro e produção de remédios à base de cannabis
CIDADES
Projeto permite venda de remédios em supermercados
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO
Formato do “Big Brother Brasil 20” ainda é um grande mistério na Globo
CONCESSÃO
Consórcio Way-306 pagará R$ 605,4 milhões para administrar rodovia por 30 anos
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira na esposa, mata 5 pessoas na casa da ex e comete suicídio
DICAS
Como saber qual é o melhor fogão e o melhor microondas?
FEMINICIDIO
Professora é morta a facadas enquanto deixava filho na escola
BEM NUTRIDO
Alimentos que contribuem para redução da ansiedade
SEQUESTRO DOS ADOLESCENTES
Sequestrador falou em conflito com a mãe dos adolescentes de Cafelândia