SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 17 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
13 de Outubro de 2004 14h42

Bioenergia será discutida no Mato Grosso do Sul

 

Todos os organismos biológicos que podem ser aproveitados como fontes de energia são chamados de biomassa ou bioenergia. No Brasil, a proporção da energia total consumida é cerca de 35% de origem hídrica e 25% de origem em biomassa, significando que os recursos renováveis suprem algo em torno de dois terços dos requisitos energéticos do país. A biomassa é uma forma indireta de aproveitamento da energia solar absorvida pelas plantas, já que resulta da conversão da luz do sol em energia química.

Estima-se que existam dois trilhões de toneladas de biomassa no globo terrestre ou cerca de 400 toneladas por pessoa, o que, em termos energéticos, corresponde a 8 vezes o consumo anual mundial de energia primária (produtos energéticos providos pela natureza na sua forma direta, como o petróleo, gás natural, carvão mineral, minério de urânio, lenha e outros).

Em 2004, três novas centrais geradoras a biomassa (bagaço de cana) entraram em operação comercial no país, acrescentando 59,44 MW à matriz de energia elétrica nacional. Projeções da Agência Internacional de Energia indicam que o peso relativo da biomassa na geração mundial de eletricidade deverá passar de 10 terawatts/hora (TWh) para 27 TWh em 2020. Para se ter uma idéia de quanto isso representa, o Brasil consumiu 321,6 TWh em 2002.

As tecnologias utilizadas para geração de energia elétrica a partir da biomassa são a combustão direta acoplada a um ciclo de vapor e a gaseificação. A primeira, demandada intensamente pelos setores sucro-alcooleiros e de papel-celulose, propiciou ao Brasil o domínio das tecnologias de projeto e fabricação, hoje capaz de produzir os componentes a custo internacionalmente competitivos.

O incentivo governamental para a produção de excedente de energia elétrica promoverá a intensificação das atividades de modernização do setor. Entre as iniciativas governamentais está o Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica, o PROINFA, do Ministério de Minas e Energia, que na sua primeira fase irá comprar até 1.100 MW de potência originada da biomassa. As informações são do Ministério de Minas e Energia.

O 1º Congresso Internacional de Bioenergia, que será realizado na próxima semana, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, será o principal fórum de discussões sobre o setor, reunindo especialistas e técnicos de vários países. "O universo do setor agroindustrial será um dos grandes beneficiados com o evento", diz um dos organizadores.

O evento, promovido pelo Governo do Mato Grosso do Sul, através da Secretaria de Turismo, deve reunir cerca de 800 empresários, técnicos e profissionais das áreas de madeira, painéis, móveis, silvicultura, agricultura, agroindústria, cooperativas, indústrias de sucos, álcool, empresas de geração de energia e distribuidoras.

O Congresso Internacional de Bioenergia, que acontece de 18 a 21 deste mês, está sendo promovido pelo Governo do Estado do Mato Grosso do Sul e organizado pela Porthus Eventos. A coordenação técnica é da Renabio - Rede Nacional de Biomassa para Energia. Várias entidades do Brasil estão apoiando a realização do evento. Informações pelo telefone (41) 345-1431 ou www.porthuseventos.com.br

 

 

Dourados News 

Comentários
Veja Também
LÉO_GÁS_300
Nossa_Lojas
BANNER_LATERAL_ASSOMASUL
Últimas Notícias
  
MBO_SEGURANÇA_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.