Menu
SADER_FULL
quarta, 14 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Biffi diz que quer ser candidato a presidente do PT

20 Ago 2007 - 15h18

O deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT/MS) anunciou no último sábado (18), durante o 3º Encontro do grupo PT em Primeiro Lugar, a disposição de disputar a presidência do diretório regional, em Mato Grosso do Sul.

De acordo com o  parlamentar, a nova conjuntura política, com a saída do PT do comando político do Estado, fortalece os agrupamentos que têm maior capacidade organizativa, tradição e coerência política interna.

Em sua explanação, Biffi defendeu a construção de nova hegemonia política do PT que possa superar os vícios herdados pelo comando político do ex-governador Zeca dso PT.

Ele colocou como desafio para o seu agrupamento a capacidade de constituir uma nova direção, costurando uma ampla frente com outros grupos como a Articulação de Esquerda, do deputado estadual Pedro Kemp; a Esquerda Viva, do deputado Amarildo Cruz; e a DS (Democracia Socialista), do ex-deputado federal João Grandão.

Biffi destacou ainda o resultado da última eleição do PED/PT (Programa de Eleição Direta), ocorrido em 2005, que mostrou a expressiva força do grupo, que contou com o apoio do senador Delcídio do Amaral.

Segundo ele, no PED/PT de 2005, o seu grupo enfrentou todas as forças políticas e correntes cooptadas pela pressão do ex-governador, que mesmo assim  forçou o segundo turno da eleição em todos municípios com diretórios constituídos, inclusive ganhando o primeiro turno das eleições em Campo Grande, principal diretório do Estado, com a candidatura da atual secretária executiva do diretório regional do PT, Elza Aparecida Jorge.

"O evento obteve um grande êxito, pois reunimos, aproximadamente, 150 pessoas representando cerca de 30 munícipios do Estado, onde encontrei muitos prefeitos, vice-prefeitos e, principalmente, lideranças comunitárias", observou Biffi.

Em seguida, a secretária Elza Jorge lembrou que o grupo político PT em Primeiro Lugar conseguiu sobreviver a perseguição política de quatro anos de governo e agora tem todas as condições para construir uma direção política capaz de resgatar as instâncias partidárias, motivar a militância e preparar o partido para disputa  as  eleições municipais, lançando candidaturas  para  vereador e prefeitos em todos os municípios e/ou negociando composições com outros partidos e grupos políticos.
 
Em relação aos cargos executivos, Elza destacou que a coordenação do grupo prevê condições reais de eleger pelo menos nove prefeitos petistas, com base em pesquisas de intenção de votos nos municípios de Caracol, Bodoquena, Caarapó, Corguinho, Sonora, Aquidauana, Coxim, Pedro Gomes e São Gabriel do Oeste.

Além da presença de vereadores e vices-prefeitos, o evento contou com a participação da vice-presidente da Fetems, Deumeires Baptista; o gerente regional dos Correios, João Roha; o presidente da Cassems, Lauro Sérgio Davi; e o presidente do diretório regional, Mariano Cabreira.

 

 

Conjuntura Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos