Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
política

Bernal vai ao Facebook e pergunta por que os vereadores querem cassá-lo

Bernallançou mais uma enquete em sua página no Facebook

4 Set 2013 - 07h41Por Campo Grande News

O prefeito Alcides Bernal (PP) lançou mais uma enquete em sua página no Facebook, novamente tendo os vereadores como motivo principal de sua iniciativa. “Por que o Correio do Estado e alguns vereadores xingam tanto e querem cassar o mandato do Prefeito Bernal?”, é o tema da nova enquete do prefeito, postada no começo da madrugada de hoje através do seu celular.

Trata-se de uma reação de Bernal à decisão do presidente da Câmara, Mario Cesar (PMDB), de levar a plenário na semana que vem o pedido de instalação de uma Comissão Processante contra ele, a pedido do Sindicato do Servidores Municipais (Sisem), que alega ter mais de R$ 600 mil retidos indevidamente pelo prefeito.

Esta é a segunda vez que Bernal lança enquete sobre os vereadores. Em março, havia postado uma sobre a mudança da sede da Câmara de Campo Grande, diante da decisão judicial de despejar os vereadores.

Através de mensagem postadas em sua página na rede social, cujo endereço é www.facebook.com/alcidesbernal11, Bernal vem informando suas ações de governo, fazendo críticas a opositores, respondendo a ataques e até mesmo lançando enquete sobre um nome local para a Câmara, após a decisão judicial de despejar os vereadores.

Uma das declarações de Bernal a internet que mais revoltaram os vereadores, inclusive de sua base de sustentação política na Câmara, foi esta: “É impressionante a revolta e indignação das pessoas, com o escândalo (sic) do despejo dos vereadores de nosso município, por falta de pagamento dos alugueis. Realmente a indignação popular é grande com os vereadores que estão tramando para prejudicar ainda mais a nossa administração e o nosso município”, disse na rede social, no final de fevereiro.

Também já utilizou a rede social para criticar as votações na Câmara, como aconteceu no dia 4 de julho. Bernal reclamou do recorde de emendas ao projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 aprovadas pelos vereadores. “A Lei de Diretrizes Orçamentárias que enviei aos vereadores sofreu recorde de emendas, virou uma colcha de retalhos”, afirmou ele, através do Facebook.

Recentemente foi lançado nas redes sociais um movimento pregando invasão da Câmara de Campo Grande para protestar contra vereadores que teriam sido cassados e ainda continuam com o mandato. O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Calote, vereador Paulo Siufi (PMDB), atribuiu a mobilização via internet a Bernal, por considerar que ele quer desviar o foco diante da iminência de instalação de um processo de cassação contra ele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos