Menu
PASSARELA
domingo, 22 de julho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Barros é o quarto no MotoGP do Catar

2 Out 2004 - 10h09
 

O espanhol Sete Gibernau, da Honda, venceu o primeiro Grande Prêmio do Catar da MotoGP e se aproximou do italiano Valentino Rossi, da Yamaha, na briga pelo título. Rossi, que não completou a prova, agora tem apenas 14 pontos de vantagem para Gibernau faltando três provas e 75 pontos a serem disputados.

O norte-americano Colin Edwards, da Honda, chegou na segunda posição, e o espanhol Ruben Xaus, da Ducati, completou o pódio. Este foi o primeiro pódio da carreira de Xaus de 26 anos.

O brasileiro Alexandre Barros, que largou na segunda posição, chegou em quarto. Barros que teve problemas na largada, vinha fazendo uma boa corrida de recuparação, quando foi tocado por Rossi. O brasileiro perdeu muitas posições, chegando a estar em décimo, mas recuperou-se e quase conseguiu chegar ao pódio.

No mundial de pilotos, Rossi lidera com 229 pontos. Gibernau está em segundo com 215. Max Biaggi é o terceiro com 168. Edwards tem 131 e Barros é o quinto com 128.
 

Redação Terra


Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO POLICIA FEDERAL
Prisões de Puccineli e filho são destaques em jornais nacionais
OSTENTAÇÃO
Cavalo que vale mais que uma Ferrari é destaque em exposição
CAMPO BELO RESORT - PROMOÇÃO
Campo Belo Resort com promoção especial de 22 a 31 de julho, CONFIRA
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Karola descobre o paradeiro de Luzia e chantageia a DJ: Beto ou cadeia?
ACIDENTE FATAL NO BEACH PARK
Acidente no Beach Park, veja como é o brinquedo 'Vainkará' que matou turista
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Fátima do Sul: O Boticário lança linha de cuidados masculinos e mostra que homens também se cuidam
ACIDENTES NAS ESTRADAS
Acidente grave: nove caminhões e um morto na BR-376
POLEMICA
Transexual é retirada algemada de banheiro público feminino em Araruama
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Remy agarra Luzia e Ícaro salva a mãe de ser estuprada
TURISMO PELO BRASIL E MUNDO
Indústria de Hotéis aguarda aprovação dos jogos para captar bilhões em produtos turísticos