Menu
SADER_FULL
sexta, 19 de abril de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Bancos podem reduzir horário de atendimento durante a Copa

26 Mai 2010 - 08h34Por Valor Online
O Banco Central (BC) informou hoje que, nos dias dos jogos da seleção brasileira durante a Copa do Mundo de 2010, o tempo mínimo de atendimento ao público nas agências bancárias será reduzido de cinco para quatro horas.

Caberá a cada instituição financeira, entretanto, a decisão de alterar o horário de atendimento ao público nos dias dos jogos.

O Banco Central apenas ressaltou que, nesse período, não será obrigatório o funcionamento ininterrupto das agências dos bancos múltiplos com carteira comercial, bancos comerciais e caixas econômicas entre 12 e 15 horas.

"O novo horário deverá ser divulgado ao público com, pelo menos, dois dias de antecedência. Medida semelhante já foi adotada no último campeonato mundial de futebol e visa a evitar falhas de segurança nas agências bancárias e no transporte de valores nos dias de jogos da seleção", informou o BC, em nota.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura
ACIDENTE NA ESCOLA
Criança de 7 anos tem ferimentos graves após trave de futebol cair em sua cabeça em escola
ESTUPRO
Grávida de 20 anos foi estuprada ao pegar carona. Tarado filmou a ação
ACERTO DE CONTAS
Homem é morto a facadas e tem cadeado colocado na boca
POLEMICA
Funcionária de creche chamada de 'vadia' em faixa exposta em praça de MG recebe apoio