Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Bancada do PMDB ainda não descarta indicação de Moka

16 Mar 2007 - 09h27

As diversas questões éticas levantadas contra o deputado federal Odílio Balbinotti (PMDB/PR), que deve assumir na próxima semana o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), mantêm a indicação do nome do deputado federal Waldemir Moka (PMDB/MS) para a pasta, é o que afirmou em entrevista ao Midiamax o deputado federal Nelson Trad (PMDB/MS).

”Estão criando restrições, nós não temos nada contra ele na bancada, ele foi o candidato do PMDB anunciado de fora para dentro, porque de dentro para fora o nosso candidato seria o Moka, que aliás pode ainda acontecer”, afirmou nesta manhã o deputado Nelson Trad.

Esses problemas éticos estão fazendo com que o nome de Moka não seja “de todo descartado”, além do próprio comportamento do deputado, após a indicação de Balbinotti, também ser um ponto positivo para Moka. “Ele está se comportando de forma exemplar, deve participar da posse, não contestou a indicação e se mostrou solidário com a bancada dos deputados do PMDB”, lembrou Trad.

O Palácio do Planalto vai pedir mais explicações ao PMDB e ao próprio Balbinotti sobre as investigações que estão sendo feitas contra ele, por falsidade ideológica, no Supremo Tribunal Federal (STF). O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus principais auxiliares estão preocupados com os rumores de que estão para ser divulgadas novas denúncias contra Balbinotti.

Sintomaticamente, a nomeação de Balbinotti para a Agricultura não foi feita por nenhum integrante do governo, mas pelo próprio Temer. Ao se reunir ontem com o chamado Conselho Político - integrado por dirigentes de todos os partidos que apóiam o governo -, Lula comunicou que daria posse hoje aos novos ministros da Justiça, da Saúde e da Integração Nacional. Afirmou que completará a escalação do time na semana que vem, sem citar especificamente o caso da Agricultura. Depois da reunião, o presidente recebeu Balbinotti no Planalto, mas a indicação do deputado não foi oficialmente confirmada.

Pouco antes de Balbinotti sair do gabinete presidencial, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, declarou à imprensa que Lula “não tinha batido o martelo” em relação ao deputado. “Nós olharemos esta questão, o presidente vai analisar e, como eu disse, está tudo em aberto ainda.”

O líder do PT na Câmara, Luiz Sérgio (RJ), que também esteve com Lula ontem, disse sobre Balbinotti que, “a priori, o curso do processo pode concluir que ele é inocente”. Mas advertiu: “A existência de um processo demonstra a necessidade de se esclarecer uma questão pendente.” O líder avaliou que é ruim assumir um posto tendo de responder a acusações. “O melhor é chegar ao ministério sem ter de dar explicações.”

 

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física