Menu
PASSARELA
sexta, 22 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Bancada de MS eleva em 22,3% valor de emendas

27 Dez 2004 - 08h16

A bancada federal sul-matogrossense conseguiu elevar em 22,3% o valor das emendas de bancada destinadas ao Estado. Dos R$ 109,040 milhões definidos pela Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) no Orçamento Geral da União de 2005, o valor subiu para R$ 134,040 milhões. O texto ainda vai a votação no Congresso Nacional.

"Foi um ganho de 10% em relação ao ano passado”, disse o deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT), que é o coordenador da bancada federal. Ele esteve presente na reunião com o relator da CMO, na Câmara dos Deputados. Em 2004, o Orçamento previa R$ 120,412 milhões para Mato Grosso do Sul, que terá incremento de R$ 14 milhões em 2005. “O problema é a liberação”, destacou o deputado Waldemir Moka (PMDB), lembrando que do valor previsto para 2004, pouco mais de 2% foi liberado até agora, a menos de uma semana para o fim do ano.

Uma reunião que durou cerca de 15 minutos foi o tempo suficiente para o Estado ter assegurado mais R$ 25 milhões em emendas de bancada para o próximo ano em relação à proposta da comissão. O maior corte da CMO foi para os recursos destinados à implantação e ampliação de sistemas de drenagem urbana, que foi reduzido de R$ 25 milhões para apenas R$ 1 milhão, o que representa apenas 4% do valor solicitado pela bancada. Já a implantação e ampliação da rede de esgoto em cidades com mais de 30 mil habitantes receberão 35% do valor requisitado pela bancada. Dos R$ 25 milhões, ficaram R$ 8,770 milhões.

Uma das obras prioritárias para Mato Grosso do Sul que tiveram corte substancial é a adequação de trechos na BR-267, da divisa do Estado com São Paulo e da MS-195, em Porto Murtinho. Dos R$ 280 milhões solicitados, ficaram apenas R$ 30 milhões. “Nós temos recursos de emendas do Governo, que vão assegurar R$ 188 milhões para rodovias de Mato Grosso do Sul”, disse Biffi.

Estavam na reunião os deputados federais Vander Loubet, João Grandão e Biffi (os três do PT), Geraldo Resende (PPS) e Waldemir Moka (PMDB). Mandaram representantes os senadores Juvêncio César da Fonseca (PDT), Ramez Tebet (PMDB) e Delcídio do Amaral (PT).

Correio do Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru
FAMOSIDADES
Ex-apresentadora do ‘Vídeo show’, Alinne Prado sofre assalto a mão armada dentro de casa
RELIGIÃO
Padre é flagrado dando tapa em criança durante batismo
APOCALIPSE
André (Sidney Sampaio) é assassinado por Ricardo (Sérgio Marone)
DEMORA
Diesel cai R$ 0,62 em distribuidoras e apenas R$ 0,32 nos postos de MS
Brasil
Terceiro homem que assediou russa na Copa diz que “estão transformando um copo d’água em uma tempestade”
‘Alta Pressão’
Exército deflagra Operação para fiscalizar armamento e reduzir desvios para o comércio ilegal
COLÉGIO DELPHOS - BOLSAS DE ESTUDOS
Colégio Delphos Nota 10 oferece provas para bolsas de estudos neste sábado em Dourados