Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 19 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Aumento salarial dos policiais vai melhorar a segurança, prevê Moka

7 Jul 2010 - 09h54Por Assessoria


O presidente da Comissão Mista de Orçamento do Congresso, deputado Waldemir Moka (PMDB), está convencido de que o aumento no salário dos policiais militares e civis e dos bombeiros nos Estados irá melhorar a segurança no país e em Mato Grosso do Sul.


A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 300 foi aprovada, em primeiro turno, pela Câmara dos Deputados na noite de terça-feira por 349 votos, após acordo entre líderes do governo e do movimento.


De acordo com Moka, o texto aprovado prevê que o valor do piso das categorias será determinado por projeto de lei a ser encaminhado ao Congresso pelo Executivo. “O Governo terá que enviar a proposta de lei no prazo de 180 dias após a promulgação da emenda constitucional, em que deve constar o piso salarial dessas corporações”, afirma o deputado.


O projeto do governo criará um fundo para ajudar os Estados a cumprir o novo piso. "Muitos Estados não teriam condições de bancar esses aumentos sozinhos. Por isso a necessidade de se criar esse fundo, que irá garantir o pagamento dos novos salários", justifica.


Moka diz que a proposta de lei federal será fechada a partir de reuniões com a Comissão de Orçamento do Congresso, da qual é presidente. “Todo aumento de despesa tem que estar previsto no Orçamento do país. Diante disso, vamos nos reunir para encontrar as fontes de receita que irão sustentar os aumentos”, explica.


LDO

O deputado deverá colocar em votação nesta quarta-feira (8) à tarde a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) para 2011. O relatório do senador Tião Viana (PT-AC) ainda gera dúvidas nos integrantes da Comissão, principalmente em relação ao valor do salário mínimo para o proximo ano.
 

Moka acredita que, não havendo consenso em torno do texto da LDO, a decisão deverá ir para o voto. “Estou tentando fechar um acordo para não precisar ir para o voto”, diz. A LDO tem que ser votada pela Comissão e pelo plenário do Congresso até a próxima quinta-feira (15).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário