Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 18 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Aumentam vendas de máquinas agrícolas

16 Ago 2010 - 10h44Por

O setor de comercialização de máquinas agrícolas vive um bom momento com o aumento das vendas neste primeiro semestre de 2010. Na 38ª Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial do Sul de Mato Grosso , em Rondonópolis, foi possível ver, pela quantidade de tratores, colheitadeiras, pulverizadores e implementos agrícolas expostos, que as indústrias não economizaram no lançamento de novas e modernas máquinas.

O empresário Darci Ciarini, proprietário da Agrofito, revendedora da Case, Agrale, Stara e Volare, em Rondonópolis, avalia positivamente o cenário. "Na verdade estamos passando por uma fase de recuperação, pois no ano passado já houve uma melhora expressiva nas vendas, o que não vinha acontecendo em anos anteriores, em função da crise".

O empresário avalia que entre os principais fatores para os investimentos em renovação da frotas de tratores e colheitadeiras por parte dos produtores rurais, é o bom preço da soja. Além da retomada da compra de grãos pelos chineses, o baixo estoque de fibras no mercado mundial também favorece o Brasil que é um dos maiores produtores de soja e algodão. E, consequentemente, Mato Grosso, Estado que mais produz grãos no país. Para se ter uma idéia, enquanto em 2009 foram vendidos 3.816 colheitadeiras em todo o Brasil, até o final do mês de julho haviam sido comercializadas 2.157. Já em Mato Grosso, ano passado foram comercializadas 784 colheitadeiras e este ano, até o mês de julho, 255.

As vendas de máquinas agrícolas no Brasil em junho atingiram 6.059 unidades, queda de 5% em relação a maio. Mas, em relação ao mesmo mês do ano passado, houve uma alta de 42,8%, segundo informações da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores .

De janeiro a junho, o setor vendeu 34.982 unidades (colheitadeiras, tratores e pulverizadores), crescimento de 51,7%, contra o mesmo período do ano passado. Em junho, a produção de máquinas atingiu 7.676 unidades, queda de 4,7% sobre maio e um salto de 88,8% em relação a junho de 2009.

Nos seis primeiros meses deste ano foram produzidas 43.795 unidades, alta de 54,1% na comparação anual. Foram exportadas em junho, 1.609 unidades, declínio de 19,1% sobre maio e alta de 34,3% ante junho do ano passado.

O faturamento bruto mensal do setor de máquinas e equipamentos teve elevação de 7,9% em junho de 2010, somando R$ 6,158 bilhões, conforme informações da Abimaq Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

A média mensal de faturamento em 2009 foi de R$ 5,486 bilhões, enquanto que em 2008 o valor chegou a R$ 6,824 bilhões.

Segundo previsões da Abimaq, a média de 2010 deve ser de R$ 5,650 bilhões. De janeiro a junho, as vendas externas somaram 8.231 unidades, crescimento de 13,1% sobre igual período de 2009, o que representou uma receita de US$ 953,005 milhões, 66,2% a mais do que no mesmo período do ano passado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário