Menu
SADER_FULL
quarta, 17 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Audiência Pública discute a realidade da adoção em MS

27 Mai 2010 - 14h28Por Dourados News

Nesta sexta-feira, dia 28, a Assembleia Legislativa em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado discute “A Realidade da Adoção de Mato Grosso do Sul”. O encontro, com início previsto para as 8h30, reunirá entidades que trabalham com a adoção, órgãos municipais e estadual de assistência social, estudantes, conselheiros tutelares, além da população interessada no tema.

Somente nesse ano, onze crianças já foram adotadas em Mato Grosso do Sul, conforme dados do Cadastro Nacional de Adoção. O número já é maior do que o total de adoções registrado no ano passando, quando oito crianças foram encaminhadas ao um lar substituto.

No encontro, os participantes discutirão temas como a nova lei da adoção, a adoção internacional, além de decisões recentes da Justiça relacionadas ao tema. No dia 27 de abril, o STJ (Supremo Tribunal de Justiça) reconheceu, por unanimidade, o direito de um casal homossexual adotar uma criança, gerando jurisprudência na questão que se tornou polêmica em todo o país. De acordo com a assessoria do STJ, o julgamento deve embasar decisões de outros juízes pelo país, apesar de não ser uma decisão vinculante. Além disso, o julgamento deve fazer com que os casais homossexuais abandonem a prática de adotar individualmente uma criança para evitar problemas legais. A criança poderá receber o nome dos dois responsáveis.

Participam da audiência, o presidente da Abraminj (Associação Brasileira dos Magistrados da Infância e da Juventude), desembargador Joenildo de Sousa Chaves, a juíza da Infância, Juventude e Idoso, Katy Braun do Prado, a juíza da Vara da Fazenda Pública e Registros Públicos e ex-titular da Vara da Infância e Juventude, Maria Izabel de Matos Rocha, a coordenadora do Núcleo de Orientação e Fiscalização dos abrigos e Projeto Padrinho, Rosa Rosângela, as assistentes sociais da Vara da
Infância, Juventude e Idoso, Vanessa Vieira e Doêmia Ceni Gomez, e a psicóloga Lilian Regina Zeola, também da Vara da Infância, Juventude e Idoso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico
HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto
IBOPE PARA PRESIDENTE
Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
ASSASSINATO
Rapaz agride avós de adolescente que não quis namorar com ele; avó morreu
TRAGEDIA NA RODOVIA
Carro ocupado por sete pessoas se envolve em acidente; cinco morreram
REVOLTANTE
Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar irmão em presídio
ACIDENTE FATAL
Douradense morre em acidente no RS
REALITY SHOW
A Fazenda 10: Ana Paula é eliminada e se manifesta contra Bolsonaro
FACÇÃO CRIMINOSA
Decapitada por Satã do PCC, jovem morreu por exigir respeito após roubo de chinelo