Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Audiência pública debate os córregos em Rio Brilhante

31 Mai 2007 - 13h13
A Audiência Pública realizada na segunda-feira, 28, pela Câmara Municipal de Rio Brilhante serviu para trazer a debate entre comunidade e autoridades, levantando problemas e sugestões que resultem na preservação e recuperação dos Córregos Araras e Estiva.
Proposta pelo vereador Dinozete Silveira Marques, o Jeto (PDT), a audiência foi prestigiada pelo prefeito Donato Lopes (PTB) deputado estadual Paulo Correa (PR) Vito Comar, coordenador de pesquisa do IMAD (Instituto de Meio Ambiente de Dourados), Aldomir Carvalho, presidente do Compara (Conselho Municipal de Proteção, Manejo e Recursos Ambientais) entre outras autoridades além da grande participação popular, que pode acompanhar vídeos que mostraram a atual situação de degradação dos dois córregos. O presidente da Câmara Dejair Gomes, o Totinha (PMDB), abriu a audiência parabenizando a iniciativa do colega Jeto e passando para ele a condução dos trabalhos.
Em seu pronunciamento Jeto pediu uma união de esforços para o desenvolvimento de ações que visem a recuperação dos córregos, em especial ao deputado Paulo Correa, que seja o porta voz desta luta e conclame colegas visando inclusão de emenda no orçamento do Estado, para defesa do Córrego Araras. “Precisamos de recursos para desenvolver ações, fazer levantamento técnico dos problemas como proteger as nascentes, detectar os afluentes, detectar lavouras de arroz irrigado que margeiam os córregos, recuperar a mata ciliar além da conscientização da população”, disse Jeto.
Para o prefeito Donato Lopes, a maior fonte de poluição dos córregos está na zona urbana onde se vê uma maior degradação. “Temos inúmeros córregos e afluentes no município, mas nenhum está tão prejudicado como esses dois que cortam a cidade”, disse. Ele destacou que o trabalho de educação ambiental junto a comunidade é tão ou mais importante que um trabalho de recuperação dos córregos.
O deputado Paulo Correa se comprometeu publicamente em tomar medidas, a partir de documento oficial a ser elaborado pela Câmara, visando buscar recursos para as ações elencadas. “Já temos um diagnóstico inicial, logo o município estará instituindo o Sistema de Licenciamento Ambiental e devemos usar os mecanismos que já temos fiscalizando os desmatamentos ilegais, as lavouras e acima de tudo fazer a educação ambiental”, disse, concordando com o prefeito.
Na avaliação de Jeto, a grande mensagem que esta audiência passou foi a preocupação da sociedade como um todo com as questões ambientais. “Isso é uma demonstração da grande preocupação de todos com este tema”, disse o vereador.
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)