Menu
CACAU SHOW FÁTIMA DO SUL 0
sábado, 21 de setembro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA PORTUGUESA
Brasil

Audiência discutirá deficiência de energia em Brasilândia

22 Mar 2007 - 15h00

Os deputados Akira Otsubo e Celina Jallad, do PMDB, debatem hoje, em Brasilândia, no leste do Estado, a deficiência do setor de energia elétrica naquela região. O evento acontecerá no anfiteatro senador Ramez Tebet, na praça Santa Maria.

Em forma de audiência pública, a discussão ocorre a partir das 14h. Celina explicou que a audiência foi proposta por Akira, uma vez que Brasilândia faz parte da base eleitoral do deputado. A região é abastecida pela concessionária de energia Electro, e fica fora da área de atuação da Enersul, que atende a maioria dos municípios de MS. 

“Iremos ao município discutir a ampliação dos investimentos em  energia, que já exige uma demanda maior de megawatts", explicou Celina.

Ela lembrou também que a presença de uma empresa do porte da Internacional Paper, que se instalará em Três Lagoas, certamente exigirá mais investimentos na área de energia elétrica no leste do Estado. 

Com assessoria 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE GRAVE
Acidente com van escolar deixa dez crianças feridasí; duas estão em estado grave
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Rock é dopado, perde luta e Paixão é anunciado campeão
TRAGÉDIA NA CIDADE
Assassinato de 3 pessoas e um suicídio assusta moradores de cidade
MORTE TRAGICA
Mulher morre após ter 98% do corpo queimado ao acender churrasqueira
CRIME DESVENDADO
Autor do Crime da Mala é identificado 11 anos depois por exame de DNA
FAMOSIDADES
Neymar paga salário de quase R$ 50 mil por mês para cada parça
ATENTADO NA ESCOLA
Aluno esfaqueia professor em escola e se fere em seguida; aulas são suspensas
CAMPO BELO RESORT
Atenção Escolas, o Campo Belo Resort é o lugar perfeito para receber grupo escolar, VEJA COMO
FÁTIMA DO SUL - CACAU SHOW
Surpreenda quem você ama com lindas cestas na Cacau Show de Fátima do Sul
FALAM EM MILAGRE
Túmulo que verte água em cidade do Paraná intriga moradores. Não há explicação