Menu
SADER_FULL
quinta, 14 de novembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Audiência discutirá deficiência de energia em Brasilândia

22 Mar 2007 - 15h00

Os deputados Akira Otsubo e Celina Jallad, do PMDB, debatem hoje, em Brasilândia, no leste do Estado, a deficiência do setor de energia elétrica naquela região. O evento acontecerá no anfiteatro senador Ramez Tebet, na praça Santa Maria.

Em forma de audiência pública, a discussão ocorre a partir das 14h. Celina explicou que a audiência foi proposta por Akira, uma vez que Brasilândia faz parte da base eleitoral do deputado. A região é abastecida pela concessionária de energia Electro, e fica fora da área de atuação da Enersul, que atende a maioria dos municípios de MS. 

“Iremos ao município discutir a ampliação dos investimentos em  energia, que já exige uma demanda maior de megawatts", explicou Celina.

Ela lembrou também que a presença de uma empresa do porte da Internacional Paper, que se instalará em Três Lagoas, certamente exigirá mais investimentos na área de energia elétrica no leste do Estado. 

Com assessoria 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUMENTO DE LIMITE
Portaria que aumenta limite de compras no Paraguai é publicada, Confira novo valor
ENSINO ESTADUAL
Em escola, criança é impedida de ir ao banheiro e defeca na roupa
FORÇA DE VONTADE
Mulher proibida de estudar pelo ex-marido faz Enem e retoma sonho
JUSTIÇA
Suspeito de ameaçar Simone e Simaria nas redes sociais é preso no Rio Grande do Sul
RELACIONAMENTO AGRESSIVO
Vanessa Jackson relata agressões do ex-marido: "Tapava minha respiração até eu desmaiar"
ESCÂNDALO
Anitta curte balada em Las Vegas e deixa bumbum à mostra com look transparente
SONHO REALIZADO
Sinha Flor de Fátima do Sul ajuda noivos realizarem sonho em Santiago do Chile
MAGIA NEGRA
Bonecas penduradas em árvores e em cruz assustam moradores
BRASILEIRÃO
Flamengo só poderá ser campeão brasileiro após final da Libertadores; entenda
RETIRO DOS ARTISTAS
Ator de 'Roque Santeiro' pede abrigo no Retiro dos Artistas aos 81 anos: 'Quero ser feliz'