Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Atlético-PR vai ser julgado na sexta-feira

19 Out 2004 - 13h19
Será na próxima sexta-feira a sessão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que vai analisar incidentes ocorridos na goleada (5 a 0) do Atlético-PR sobre o Atlético-MG, no último dia 2, na Arena da Baixada.

O time de Curitiba pode ser punido com a perda de até três mandos de campo e com multa entre R$ 50 e R$ 500 mil, devido a arremessos de objetos ao gramado da Arena da Baixada. Por não relatar os fatos na súmula, o árbitro Giuliano Bozzano também será julgado.

Se perder mando de campo, o rubro-negro terá que indicar um estádio situado a, no mínimo, 150km da capital paranaense como sede de jogo. O clube foi incluído no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD):

- Deixar de tomar providências capazes de prevenir ou reprimir desordens em sua praça de desporto - disse.

Se a pena de dois mandos aplicada ao Santos, por causa de um copo d'água que atingiu o técnico do Vitória, Hélio dos Anjos, na Vila Belmiro, for repetida para o Atlético Paranaense, este não poderá sediar as partidas contra Internacional e Criciúma na Arena. Depois destes, a tabela prevê para Curitiba apenas mais dois jogos do líder do Campeonato Brasileiro, nos quais os rivais serão São Caetano e Botafogo.

Também na sexta-feira, o STJD vai julgar o Atlético Mineiro, em função das pedras atiradas, domingo, no gramado do estádio Independência, depois de outra derrota vexatória, também por 5 a 0, desta vez para o São Paulo. Acredita-se que o Galo vai perder três mandos.

 
 
 
Globo Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação