Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 15 de setembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Atacantes tentam amansar Tite e Leão pelo Brasileiro

28 Jul 2004 - 09h19
Tite e Emerson Leão, dois técnicos com os nervos à flor da pele, se enfrentam nesta quarta-feira ansiosos para verem seus times voltarem a balançar a rede no Brasileiro-04.

As broncas dos dois movem Corinthians e Cruzeiro na partida das 20h30, no Pacaembu.

Meias e atacantes são os mais cobrados. Os corintianos não marcam há dois jogos, e os cruzeirenses, atuais campeões nacionais, passaram em branco na última rodada. Juntos, não comemoram um tento há 330 minutos.

Irritado com a falta de pontaria, Tite chutou uma cadeira no vestiário do Corinthians após a derrota por 2 a 0 contra o Fluminense, sábado, no Maracanã. Leão também passou nervoso depois da derrota em casa para o São Caetano (1 a 0). "Fizemos pouco para um time como o Cruzeiro. Se precisar, troco a equipe inteira."

E a situação já foi mais crítica para o ataque mineiro, que chegou a ficar 382 minutos sem marcar gols, entre a 9ª e a 13ª rodada.

Na terça-feira, Tite deu uma bronca nos atletas, antes do treino, para exigir melhora na pontaria.

"O Tite quer que a gente tenha mais tranqüilidade na hora de finalizar", comentou Gil.

Nos últimos dois treinamentos, os jogadores gastaram mais tempo treinando finalizações. Porém a falta de pontaria continuou, até mesmo em chutes sem marcação.

"O que cobro é que eles pelo menos acertem o gol. Se o goleiro adversário for o melhor em campo, tudo bem. Os chutes para fora não podem continuar", disse Tite.

Ele também exige que defensores e volantes sejam mais eficientes nos desarmes e nos passes, para ter a bola por mais tempo.

Ele espera nesta quarta-feira uma dificuldade a mais para voltar a comemorar um gol de sua equipe. Segundo ele, os jogadores ficam ansiosos para marcar em casa.

A escassez de gols transformou o atacante Jô mais uma vez em reserva. Ele não marca desde o dia 16 de maio, na vitória sobre o Guarani. Marcelo Ramos será escalado ao lado de Gil, apesar de o treinador não ter confirmado a escalação para a partida.

"O Jô teve chance em cinco jogos seguidos, mas não marcou. O Marcelo Ramos está entrando bem no final", disse Tite após afirmar que ainda estava em dúvida.

O novo titular não acerta o pé desde a vitória sobre o Fortaleza, pela Copa do Brasil, em 5 de maio, e está em branco no Nacional. Com 17 gols, o Corinthians tem o quarto pior ataque do Brasileiro.

Tite quer quebrar um tabu: sua equipe não venceu por diferença superior a um gol na competição.

CORINTHIANS
Fábio Costa; Anderson, Betão e Wendel (Marcelo Oliveira); Edson, Fabinho, Wendel (Renato), Fábio Baiano e Zé Carlos; Marcelo Ramos e Gil.
Técnico: Tite

CRUZEIRO
Artur; Jardel, Cris, Marcelo Batatais e Leandro; Maldonado, Márcio, Sandro (Joílson) e Martinez; Jussiê e Tápia.
Técnico: Emerson Leão

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Horário: 20h30
Juiz: Wagner Tardelli Azevedo (RJ)
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles
SUPERSTIÇÃO
Primeira sexta-feira 13 do ano com noite de lua cheia pode ser perigosa, alerta taróloga
ESPORTE
Poderá o poker se tornar olímpico?