Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 15 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Atacantes tentam amansar Tite e Leão pelo Brasileiro

28 Jul 2004 - 09h19
Tite e Emerson Leão, dois técnicos com os nervos à flor da pele, se enfrentam nesta quarta-feira ansiosos para verem seus times voltarem a balançar a rede no Brasileiro-04.

As broncas dos dois movem Corinthians e Cruzeiro na partida das 20h30, no Pacaembu.

Meias e atacantes são os mais cobrados. Os corintianos não marcam há dois jogos, e os cruzeirenses, atuais campeões nacionais, passaram em branco na última rodada. Juntos, não comemoram um tento há 330 minutos.

Irritado com a falta de pontaria, Tite chutou uma cadeira no vestiário do Corinthians após a derrota por 2 a 0 contra o Fluminense, sábado, no Maracanã. Leão também passou nervoso depois da derrota em casa para o São Caetano (1 a 0). "Fizemos pouco para um time como o Cruzeiro. Se precisar, troco a equipe inteira."

E a situação já foi mais crítica para o ataque mineiro, que chegou a ficar 382 minutos sem marcar gols, entre a 9ª e a 13ª rodada.

Na terça-feira, Tite deu uma bronca nos atletas, antes do treino, para exigir melhora na pontaria.

"O Tite quer que a gente tenha mais tranqüilidade na hora de finalizar", comentou Gil.

Nos últimos dois treinamentos, os jogadores gastaram mais tempo treinando finalizações. Porém a falta de pontaria continuou, até mesmo em chutes sem marcação.

"O que cobro é que eles pelo menos acertem o gol. Se o goleiro adversário for o melhor em campo, tudo bem. Os chutes para fora não podem continuar", disse Tite.

Ele também exige que defensores e volantes sejam mais eficientes nos desarmes e nos passes, para ter a bola por mais tempo.

Ele espera nesta quarta-feira uma dificuldade a mais para voltar a comemorar um gol de sua equipe. Segundo ele, os jogadores ficam ansiosos para marcar em casa.

A escassez de gols transformou o atacante Jô mais uma vez em reserva. Ele não marca desde o dia 16 de maio, na vitória sobre o Guarani. Marcelo Ramos será escalado ao lado de Gil, apesar de o treinador não ter confirmado a escalação para a partida.

"O Jô teve chance em cinco jogos seguidos, mas não marcou. O Marcelo Ramos está entrando bem no final", disse Tite após afirmar que ainda estava em dúvida.

O novo titular não acerta o pé desde a vitória sobre o Fortaleza, pela Copa do Brasil, em 5 de maio, e está em branco no Nacional. Com 17 gols, o Corinthians tem o quarto pior ataque do Brasileiro.

Tite quer quebrar um tabu: sua equipe não venceu por diferença superior a um gol na competição.

CORINTHIANS
Fábio Costa; Anderson, Betão e Wendel (Marcelo Oliveira); Edson, Fabinho, Wendel (Renato), Fábio Baiano e Zé Carlos; Marcelo Ramos e Gil.
Técnico: Tite

CRUZEIRO
Artur; Jardel, Cris, Marcelo Batatais e Leandro; Maldonado, Márcio, Sandro (Joílson) e Martinez; Jussiê e Tápia.
Técnico: Emerson Leão

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Horário: 20h30
Juiz: Wagner Tardelli Azevedo (RJ)
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
Rapaz agride avós de adolescente que não quis namorar com ele; avó morreu
TRAGEDIA NA RODOVIA
Carro ocupado por sete pessoas se envolve em acidente; cinco morreram
REVOLTANTE
Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar irmão em presídio
ACIDENTE FATAL
Douradense morre em acidente no RS
REALITY SHOW
A Fazenda 10: Ana Paula é eliminada e se manifesta contra Bolsonaro
FACÇÃO CRIMINOSA
Decapitada por Satã do PCC, jovem morreu por exigir respeito após roubo de chinelo
REVISTA VEJA
Pesquisa: Bolsonaro tem 54% dos votos válidos; Haddad, 46%
A FAZENDA
Fazendeiro Evandro Santo gera nova punição
COPA DO BRASIL
Corinthians promete maior prêmio de sua história por título
VIOLENCIA
Jovem não reage a assalto mesmo assim é baleado dentro de ônibus