Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 18 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Assessor do PR dá nova versão sobre os R$ 80 mil

17 Mar 2007 - 08h08

 

Ex-assessor e sobrinho do deputado federal Aracely de Paula (PR-MG), Emílio de Paula Castilho, apareceu, de surpresa, na Polícia Civil do Distrito Federal para prestar depoimento sobre a origem dos R$ 80 mil encontrados em seu veículo, no último fim de semana, conforme a Folha de S.Paulo.


Segundo Fábio Michelan, delegado responsável pelo caso, Castilho levou à delegacia os documentos de compra e venda dos três veículos - S10, Gol e Saveiro - que ao todo, chegam ao valor de R$ 60 mil. No depoimento, Castilho explica que os outros R$ 20 eram dele.

Os documentos estavam no nome de Sérgio Braun. No primeiro depoimento, entretanto, Castilho disse que negociou a venda dos carros com um "tal Ivan". "Ele explicou que este Ivan era só um intermediador", disse o delegado.

Castilho foi detido no dia 10 de março pela Polícia Rodoviária, próximo a Brasília, em razão de uma ultrapassagem ilegal que teria feito na BR 040, pela qual acabou multado em R$ 152. Na revista, os policiais encontraram o dinheiro, que Castilho disse ser fruto da venda de três carros.

 

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína