Menu
SADER_FULL
quarta, 12 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Arilson visa geração de emprego e renda com curso no distrito em Jateí

5 Ago 2010 - 06h00Por Valéria Batista / Fátima News

A Prefeitura do município de Jateí administrada por Arilson Targino (PSDB) iniciou mais um curso que visa a geração de emprego e renda, desta vez artesanato com Fibra de Bananeira, através da Secretaria de Assistência Social desenvolvido pelo o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR).

 

 

O curso direcionado as mulheres integrantes do conviver e comunidade do distrito Nova Esperança esta sendo ministrado pela instrutora do Senar Claudete Medeiros Busciole do município de Itaquiraí, com 15 participantes entre os dias três e treze de agosto nas dependências do Clube de Mães do distrito, na qual receberão certificado com 40horas/aula. Este é o primeiro módulo do curso que objetiva preparar a fibra da bananeira para o artesanato aplicando as técnicas de separação de lavagem, secagem e armazenamento, com o processo desde o corte do tronco da bananeira, com sua retirada e seleção da matéria-prima para o preparo das fibras. “A criatividade do artesão é que define as várias possibilidades de utilização da fibra, inúmeras são os objetos que podem ser confeccionados com essa técnica” diz Busciole.

 

 

Nas palavras da primeira-dama Secretaria de Assistência Social Mafalda Targino a valorização do trabalho artesanal abre campo, para uma série de diferentes técnicas de artesanato e a fibra de bananeira é uma delas, possibilitando a geração de renda para famílias que vivem tanto no campo quanto na cidade. “Esta turma com certeza irá fazer lindos trabalhos, mas para isso é necessário atenção e dedicação de todas as participantes, lembrando que na próxima etapa concluirão com as confecções das peças”.

 

 

O mobilizador do Senar local José Pereira da Silva que também é o vice-prefeito e presidente do Sindicato Rural de Jateí, esteve na abertura dos trabalhos e deixou clara a sua satisfação em ser parceiro para a realização deste curso que visa a integração e geração de emprego e renda. “Buscamos vários cursos semelhantes a estes através de boas sugestões, interagindo as participantes e incentivando os trabalhos em grupo, para que no se tronaram bons artesões expondo em feiras do empreendedorismo” diz José Pereira. Participaram também da solenidade de abertura o vereador Novinho, assessor distrital Aloísio Quelé, e equipe da Secretaria de Assistência Social.

 

 

As fibras da folha da bananeira são resistentes e flexíveis, e com isso esta sendo valorizada podendo se transformar em peças de artesanato originais e criativas, como bolsas de passeio, sacolas de mercado, enfeite para encapar vidro, chapéu entre muitos outros.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DICAS DE MARKETING
5 dicas de marketing para um negócio de dropshipping
CRIME HEDIONDO
Câmera flagra ataque de suspeito de estuprar garota de 14 anos em SP; vídeo
TERROR
Ataque dentro da Catedral deixa ao menos cinco mortos em Campinas
REVIDE
Passageiro atropelado por motorista de aplicativo após vomitar em carro está em coma
A SERVIÇO DE DEUS
Angela Bismarchi festeja diploma para ser pastora: ‘Eu era pecadora e não sabia’
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz dá caixa com terra de cova de Gabriel para Valentina
INTOCÁVEL
PF pediu prisão domiciliar de Aécio, Cristiane Brasil e Paulinho da Força, mas PGR e STF não concede
DICA DO DIA
Como obter uma autorização de residência no Brasil
CENTRO ESPÍRITA
Médium é acusado de Abusos Sexuais em crianças
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau leva surra de chicote no bordel