Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Argentina enfrenta Uruguai no clássico da nona rodada

9 Out 2004 - 08h35
 

O estádio Monumental de Nuñez será o palco da principal atração da nona rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2006. A partir de 14h (horário de Mato Grosso do Sul) deste sábado, a Argentina inicia nova fase sob o comando do treinador José Pekerman, substituto de Marcelo Bielsa, disputando o clássico do fim de semana. Vice-líder com 15 pontos, enfrenta o Uruguai, tradicional rival que está em sétimo somando dez e tenta entrar na zona de classificação.

A Argentina defende a segunda posição de olho em outras duas partidas da rodada. Se perder ou empatar, torce contra o Paraguai. O terceiro colocado, com 14 pontos, joga fora de casa contra a Colômbia, penúltima somando oito, às 18h10 em Barranquilla. Em caso de vitória sobre o Uruguai, espera por um tropeço improvável do Brasil, líder com 16, diante da Venezuela, sexta com dez, às 21h (de Brasília) em Maracaibo.

Nas duas partidas de domingo, não há candidatos à liderança, mas as posições na zona de classificação à Copa podem ser modificadas. Em quarto lugar com 12 pontos, o Chile fecha a rodada fora de casa contra o Equador, quinto com dez, às 17h em Quito. Lanterna somando seis, a Bolívia recebe em La Paz o Peru, antepenúltimo colocado com nove, às 16h.

A Argentina tem realmente uma nova cara para o primeiro jogo sob o comando de José Pekerman. Forçado a mexer na formação por suspensão, dos meias Mascherano, D'Alessandro e Kily Gonzalez e do atacante Tevez, o treinador escalou Cambiasso na cabeça-de-área, Riquelme na armação e Saviola e Crespo na frente.

O Uruguai também teve problemas para escalar seus titulares. O zagueiro e capitão Paolo Montero está lesionado e o atacante Recoba, suspenso. Por isso, o treinador Jorge Fossati põe Lembo na defesa e Dario Silva e Chevanton na frente, deixando Diego Forlan no banco de reservas.

O Paraguai joga pela primeira vez nas Eliminatórias sem o zagueiro Gamarra e o atacante Roque Santa Cruz. Motivada pela prata conquistada nos Jogos de Atenas, medalha olímpica inédita para o país, a seleção aposta em Manzur para a defesa e na dupla vice-campeã na Grécia formada por Bareiro e Cardozo.

A Colômbia é a próxima adversária do Brasil nas Eliminatórias, quarta-feira à noite em Maceió. Mesmo em casa, só escala um atacante: Angel, artilheiro do país no torneio classificatório com dois gols.


Globo On line

Deixe seu Comentário

Leia Também

RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai