Menu
SADER_FULL
quarta, 13 de novembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Área plantada do Estado teve aumento de 28% neste ano

14 Jul 2004 - 17h50
A área plantada de Mato Grosso do Sul aumentou 28% do ano passado para esse ano, afirmou hoje o secretário de Produção e Turismo, José Antônio Felício, durante audiência com o governador Zeca do PT. Foram incorporados mais 390 hectares de soja, fazendo a área cultivada do Estado subir para 1,79 milhão de hectares. Mas o potencial de desenvolvimento do campo ainda está longe de se esgotar e o governo já se antecipa discutindo um plano para ampliar a malha viária e possibilitar a incorporação de outros milhares de hectares.

Relatório da Seprotur revela que a agricultura de Mato Grosso do Sul é a que apresenta mais pujança no país. No Mato Grosso, por exemplo, o crescimento da área cultivada foi de 18% do ano passado para esse; em São Paulo de 17%, Goiás 19%, Maranhão 23% e no Paraná, apenas 9%. O bom momento por que passa a agricultura e a volta do financiamento explicam o interesse pela atividade, mas a liderança do Estado tem outras razões, destaca Felício.

“Dois programas de governo foram responsáveis pela recuperação de 1 milhão de hectares de terras degradadas: o Expansul e o Repasto”, destacou o secretário. Através do Expansul, que incentiva a substituição da pecuária em áreas degradadas pela agricultura em forma de arrendamento, foram incorporados 400 mil hectares na área cultivada do Estado, sendo que 97% foram ocupados pela soja. O Programa Repasto recuperou 600 mil hectares de pecuária, sem substituição da atividade.

Infra-estrutura – José Felício delineou para o governador Zeca do PT o esboço de um plano que visa ampliar a malha viária do Estado para dar suporte à agricultura nas regiões Norte, Sul e Bolsão, onde existe uma considerável demanda reprimida, segundo o secretário. “Em Chapadão do Sul, por exemplo, a abertura de uma estrada de 70 quilômetros possibilita a incorporação de uma área de 100 mil hectares à agricultura. Esse é o pequeno gargalo que precisamos resolver.”

O governador determinou que na próxima semana, Felício se reúna com o secretário de Infra-Estrutura, Carlos Augusto Longo Pereira, para definir o plano de expansão da malha viária, que além da abertura de novas estradas prevê a construção de novas e substituição das atuais pontes de madeira por estruturas de concreto, que suportam cargas maiores. Há a possibilidade de o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) financiar o projeto.

“O agronegócio é vital para Mato Grosso do Sul. Mais da metade dos empregos gerados no Estado nos últimos anos são no campo, e vamos continuar investindo para dar condições de crescimento à agricultura e pecuária, ao mesmo tempo em que pensamos projetos de industrialização a médio e longo prazo”, ponderou o governador. Na reunião desta tarde foram discutidos todos os projetos em execução pela Seprotur, nas áreas de produção agrícola, industrial e no turismo.
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARTIDO APB
Bolsonaro anuncia a deputados que vai deixar PSL e criar o partido 'Aliança Pelo Brasil'
FAMOSIDADES
Solange Gomes posa com seio à mostra: 'O tempo pode até passar, mas a exibição não'
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Fabiana faz terror com freiras em convento
SEM TETO
Mulher montou casa em ponto de ônibus há um mês. Prefeitura sabe, mas nada fez
ABSURDO - BRASIL
Menina de cinco anos morreu por bala perdida durante execução de traficante, segundo a Polícia Civil
EXPLORAÇÃO SEXUAL
Brasileiros são condenados por explorar prostitutas e vender drogas em Londres
NOVA LEGENDA
Presidente do PSL-RJ, Flávio Bolsonaro se desfilia do partido e apoiará criação de nova legenda
AMIZADE
Rômulo Estrela dá cadeira de rodas a colega baleado em assalto
SOLIDARIEDADE
Gusttavo Lima para carro e ajuda catador com cão no ombro. Vídeo
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Abel passa no 'teste' e pede Britney em casamento: 'Te amo'