Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 25 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Área de trigo deverá ser a mesma neste ano em Dourados

18 Abr 2007 - 13h47

A área de trigo nesta safra deverá se manter igual em relação a de 2006 no município de Dourados, considerado o berço da cultura no Estado, com o plantio de 5.000 hectares, informa o Correio do Estado. O jornal lembra, por outro lado, que se for levado em conta a procura por sementes nas cooperativas e revendas de insumos há a expectativa de uma safra um pouco maior.

Segundo o Correio, o prazo para o plantio se estende até o dia 30 de abril para Dourados, conforme as normas do zoneamento agrícola, e vai até o dia 10 de maio para Ponta Porã e a região da fronteira. Dependendo das condições climáticas até essas datas, o trigo poderá ter uma área superior à prevista pelo IBGE, cita o diário.

O Correio lembra que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento manteve em R$ 450 a tonelada de trigo para Mato Grosso do Sul nesta safra, equivalente a R$ 27,10 a saca. O preço mínimo é pago em operações realizadas pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), diz o jornal.

Em Dourados,segundo o Correio, a principal área produtora de trigo se encontra no distrito da Picadinha. A cooperativa Copasol, localizada perto dessa localidade, comercializou 20 mil sacas de sementes, suficientes para o plantio de aproximadamente 7.000 hectares. Na região do Barreirão também existem cultivos, mas em menor escala, como lembrou o agrônomo Gilberto Bernardi, do Banco do Brasil, entrevistado pelo jornal.

Como em anos anteriores, o BB está financiando o custeio do trigo para agricultores considerados tradicionais na cultura, que é de risco climático na região sul do Estado devido aos veranicos e às geadas, ressalta o diário.

Na semana passada, a Comissão Regional de Estatísticas Agropecuárias (Corea), do IBGE, projetou o plantio de 5.000 hectares de trigo em Dourados e uma produtividade média de 2.100 quilos – ou 35 sacas/ha. Se tudo correr bem para a triticultura, serão colhidas cerca de 10.500 toneladas, calcula o Correio.

As previsões meteorológicas não são muito animadoras nesta segunda quinzena de abril, cita o jornal. O Climatempo, por exemplo, prevê chuvas mais intensas apenas no dia 30 de abril e 1º de maio, num acumulado em torno de 31 milímetros. Até lá, os prognósticos são de pancadas fracas e isoladas na região de Dourados, prevê o Correio.

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção