Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 21 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Área de trigo deverá ser a mesma neste ano em Dourados

18 Abr 2007 - 13h47

A área de trigo nesta safra deverá se manter igual em relação a de 2006 no município de Dourados, considerado o berço da cultura no Estado, com o plantio de 5.000 hectares, informa o Correio do Estado. O jornal lembra, por outro lado, que se for levado em conta a procura por sementes nas cooperativas e revendas de insumos há a expectativa de uma safra um pouco maior.

Segundo o Correio, o prazo para o plantio se estende até o dia 30 de abril para Dourados, conforme as normas do zoneamento agrícola, e vai até o dia 10 de maio para Ponta Porã e a região da fronteira. Dependendo das condições climáticas até essas datas, o trigo poderá ter uma área superior à prevista pelo IBGE, cita o diário.

O Correio lembra que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento manteve em R$ 450 a tonelada de trigo para Mato Grosso do Sul nesta safra, equivalente a R$ 27,10 a saca. O preço mínimo é pago em operações realizadas pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), diz o jornal.

Em Dourados,segundo o Correio, a principal área produtora de trigo se encontra no distrito da Picadinha. A cooperativa Copasol, localizada perto dessa localidade, comercializou 20 mil sacas de sementes, suficientes para o plantio de aproximadamente 7.000 hectares. Na região do Barreirão também existem cultivos, mas em menor escala, como lembrou o agrônomo Gilberto Bernardi, do Banco do Brasil, entrevistado pelo jornal.

Como em anos anteriores, o BB está financiando o custeio do trigo para agricultores considerados tradicionais na cultura, que é de risco climático na região sul do Estado devido aos veranicos e às geadas, ressalta o diário.

Na semana passada, a Comissão Regional de Estatísticas Agropecuárias (Corea), do IBGE, projetou o plantio de 5.000 hectares de trigo em Dourados e uma produtividade média de 2.100 quilos – ou 35 sacas/ha. Se tudo correr bem para a triticultura, serão colhidas cerca de 10.500 toneladas, calcula o Correio.

As previsões meteorológicas não são muito animadoras nesta segunda quinzena de abril, cita o jornal. O Climatempo, por exemplo, prevê chuvas mais intensas apenas no dia 30 de abril e 1º de maio, num acumulado em torno de 31 milímetros. Até lá, os prognósticos são de pancadas fracas e isoladas na região de Dourados, prevê o Correio.

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVARDIA
Pai é preso acusado de agredir o filho de apenas cinco meses
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': León destrói rosto de Valentina e ela descobre o segredo da fonte
TERRORISMO
Bolsonaro sofre ameaças de morte em vídeos na internet
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo