Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 24 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Aposentados terão correção do salário mínimo

16 Jul 2004 - 14h01
Os aposentados e pensionistas que, entre 1994 e 1997, passaram pela defasagem do salário mínimo, sem a incorporação ao benefício, terão direito a receber o reajuste e o passivo referentes a estes anos. A dívida referente ao reajuste da URV das aposentadorias chega a R$ 12,3 bilhões.

O acordo foi firmado hoje pelos ministros da Previdência Social, Amir Lando, do Planejamento, Orçamento e Gestão, Guido Mantega, da Casa Civil, José Dirceu, da Fazenda, Antonio Palocci, e representantes dos aposentados e pensionistas, no Palácio do Planalto. Na quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assina uma medida provisória com as regras para a correção, que começa a ser paga no contracheque de setembro, referente aos vencimentos de agosto.

"(O acordo) significa que a sociedade tem que arcar com o custo, porque é um direito líquido e certo dos aposentados e o governo tem recursos orçamentários escassos. Não temos outra alternativa", disse Amir Lando.

Em uma nota divulgada pelo ministro, o governo explica que a elevação da contribuição das empresas se deu após ser "descartada a hipótese de aumentar a contribuição dos segurados". A alíquota das empresas será elevada em novembro deste ano. Segundo a nota, "no caso de incidir apenas sobre a folha de pagamentos, a alíquota será de 0,6% durante dez anos".

A correção foi determinada pela Justiça e 1,8 milhão de aposentados serão beneficiados pelo acordo. Para quem entrou na Justiça, o prazo para recebimento do passivo é de seis anos, e de oito anos para quem não entrou com ação.

O cronograma beneficiará primeiramente os aposentados que têm valores menores para receber, de menos de R$ 2 mil, que tenham mais de 70 anos de idade e que está com ação na Justiça. Receberá por último, em oito anos, quem tem menos de 70 anos, ganha mais do R$ 7,2 mil e não entrou na Justiça.

A partir de agosto, serão chamados os aposentados com benefícios de final 1 e 6; em setembro, os de final 2 e 7; em outubro, os de final 3 e 8; em novembro, os de final 4 e 9; em dezembro, os de final 5 e 0. Mesmo quem for chamado em dezembro receberá retroativamente a agosto.

Os Correios, os postos do INSS e as organizações sindicais auxiliarão na assinatura dos termos de adesão.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico