Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 22 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Após Ficha Limpa STF suspende 1º caso de inelegibilidade

1 Jul 2010 - 16h02Por Campo Grande News
O ministro Gilmar Mendes do STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu hoje a primeira inelegibilidade provocada pela "Lei da Ficha Limpa". Pela determinação, a Justiça Eleitoral não poderá negar registro de candidatura do senador Heráclito Fortes (DEM-PI) para cargo eletivo com base nas restrições da Lei da Ficha Limpa. O senador pretende se reeleger ao Senado.

Em Mato Grosso do Sul, um dos que tem os planos em risco por conta da nova lei é o candidato a senador Dagoberto Nogueira (PDT). Outro é o ex-prefeito de Aquidauna, Raul Freixes, que quer uma vaga na Assembleia Legislativa, ambos condenados por improbidade administrativa pela Justiça estadual.

Com a decisão de hoje, ficam suspensos os efeitos de inelegibilidade da condenação imposta a Eráclito pelo Tribunal de Justiça do Piauí, mesmo condenado depois de ação popular por conduta lesiva ao patrimônio público. O senador teria usado a publicidade da prefeitura de Teresina para se promover quando era prefeito da cidade entre 1989 e 1993.

A Lei da Ficha Limpa foi aprovada já para vigorar nas eleições deste ano. A norma torna inelegíveis as pessoas condenadas - por órgãos colegiados - pela prática de crimes como improbidade administrativa e uso da máquina pública para promoção pessoal.

A decisão de Gilmar Mendes ainda é em carater liminar e suspende a inelegibilidade de Fortes até que a 2ª Turma do STF conclua o julgamento do recurso interposto pelo senador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMBOSCADA
Homem é assassinado na frente do filho de seis anos
FAMOSIDADES
Xuxa rompe silêncio sobre Marlene Mattos e traições de Pelé: ‘Me fez coisas muito feias’
ASSALTANTE
Preso confessou que matou a ex em cela da cadeia
DISPUTA ACIRRADA
Nova pesquisa mostra empate técnico entre Haddad e Bolsonaro
SELEÇÃO BRASILEIRA
Gabriel Jesus retorna para a Seleção
LOTERIA
Mega-Sena acumula novamente e pode pagar prêmio de R$ 22 milhões
HORÁRIO DE VERÃO 2018
Horário de Verão pode ser extinto em todo território nacional
EDUCAÇÃO
‘Desejo continuar com a minha profissão, mas temo pela minha vida’, diz professor agredido em aula
SOB INVESTIGAÇÃO
Jovem é encontrada morta dentro do quarto e esposo está desaparecido
MORTE NO DETRAN
Jovem sofre parada cardíaca durante prova para tirar CNH