Menu
SADER_FULL
RIO_DOURADOS
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Após esnobar o Fla, Chamusca já corre risco no ABC

5 Ago 2004 - 13h23

Após ter recusado uma proposta do Flamengo, Péricles Chamusca completou contra o Atlético-PR a terceira partida no comando do São Caetano. Com a segunda derrota, a primeira em casa, o técnico foi muito criticado pelos 951 pagantes que compareceram ao Anacleto Campanella.

Os torcedores, em boa parte da organizada Comando Azul, pediram sua saída e gritaram o nome do ex-treinador Muricy Ramalho.

Além disso, as faixas da torcida foram viradas de cabeça para baixo, como protesto.

O treinador preferiu dirigir a equipe do ABC paulista porque acredita que assim poderá subir gradativamente na carreira. Pesou, também, o fato de achar que sofreria menos pressão no São Caetano, que é menos tradicional e tem menor torcida que o time do Rio de Janeiro.

Mas o que se viu após a derrota para a equipe paranaense não foi bem isso. O São Caetano já está no terceiro técnico do ano e não é mais o mesmo time que mantinha técnicos em nome do "projeto" como aconteceu com Jair Picerni.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

O Apocalipse
Natália (Samara Felippo) é beijada por Dylan (Marcelo Valle) e se diverte com o jeito dele
Acerto de Contas
Mulher é assassinada e companheiro é poupado pelos bandidos
Macabro
Filho que escondeu corpo de pai pode ser indiciado por três crimes
Novela
'Deus salve o rei': Catarina (Bruna Marquezine) mata Constantino
Novela Global
'Outro lado': Gael luta contra violência doméstica no fim
Monstro
Câmera flagra irmão à procura de menina que teria sido abusada por prefeito de Bariri
Perigo do Selfie
Três garotas caem de ponte de 20 metros ao tirarem fotos em Castelo
Campanha de filiações
Prisão de Lula faz disparar filiações ao PT
O Apocalipse
Arthur (Junno Andrade) fala na TV que Ricardo (Sergio Marone) ressuscitou em seu velório
BBB 18 - Vencedora
Veja a casa de Gleici, do'BBB 18': Sister teve o pai assassinado pelo tráfico e passou fome