Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 18 de junho de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Após cair 26%, inadimplência com cheque fica estável em MS

18 Out 2010 - 13h25Por Dourados News

Após cair 26% e atingir o segundo menor nível do ano, a devolução de cheques por falta de fundos em Mato Grosso do Sul permaneceu estável em setembro, segundo dados do Banco Central divulgados nesta sexta-feira, o que na avaliação da Fecomercio-MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul), é um bom sinal.

“As pessoas estão se preparando para as compras do final deste ano e começo do próximo”, acredita o presidente da Fecomercio/MS, Edison Ferreira de Araújo.

Segundo informações do Banco Central, em setembro deste ano foram devolvidos 76,5 mil cheques por falta de fundos no Estado, contra 76,6 mil em agosto. O valor destes cheques, somados, permaneceu o mesmo de um mês para outro, R$ 113,4 milhões. Importante ressaltar que a estabilização ocorreu mesmo diante de aumento de 1% no montante negociado com cheques no Estado.

O assessor econômico da Fecomercio/MS, Thales de Souza Campos, afirma que os dados refletem todo o contexto econômico vivido pelo Estado. “Estamos em um bom momento, o nível de empregos formais é elevado, as pessoas estão saldando seus compromissos ou pelo menos já mostram essa intenção, para firmar novos compromissos, com presentes, festas e viagens de fim de ano”, avalia.

Os dados do Banco Central confirmam o que já mostrava a pesquisa da CNC (Confederação Nacional do Comércio) referente ao mês de setembro, que os consumidores sul-mato-grossenses estão menos endividados. O comércio de Mato Grosso do Sul vive um bom momento, registrando mês a mês índices de vendas superiores à média nacional. No acumulado de janeiro a agosto deste ano o aumento nas vendas foi de 15% em Mato Grosso do Sul e 11,3% no País, de acordo com a PMC (Pesquisa Mensal do Comércio) divulgada esta semana pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados